forward

detesto forwards. odeio forwards. abomino forwards. todos os que recebo vão direitinhos para o lixo. não os abro mesmo que sejam mandados pelo meu tio, pelas minhas primas queridas ou pela minha melhor amiga.

por isso e porque tinha de aliviar a frustração de ter passado três horas à espera na loja do cidadão escrevi um forward sobre forwards e enviei-o ao desconhecido (desconhecido!) de quem recebi hoje um daqueles que dão vontade de bater no remetente. está aqui. fico à espera de sugestões para uma segunda edição, revista e aumentada.

estou cansada

estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada, estou cansada

(nos últimos dias tenho-me lembrado muito deste bocadinho de um espectáculo de pina bausch)

cor de rosa

a minha mãe lê o meu blog (e tem um há quase tanto tempo como eu). o meu namorado lê o meu blog. a minha irmã passa por aqui quando pode. alguns amigos seguem-me de perto e outros de longe a longe. quase desconhecidos dizem-me que me lêem com ar de quem espreitou pelo buraco da fechadura. e eu penso que teria goffman escrito sobre os blogs e que sendo a mesma para toda a gente sou sempre um bocadinho demasiado cor de rosa.