nem tudo é todos os dias cor de rosa

A constante necessidade de mais espaço para arrumar mais coisas (espanto-me sempre com o lastro acumulado com os anos) levou-me às gavetas de apontamentos e fotocópias do mestrado. Andava a adiar este confronto com a realidade de uma tese que ficou literalmente na gaveta e com todas aquelas mulheres que fui perturbar no seu sono de seis ou sete séculos para depois abandonar assim, a poucos passos de tornar útil a mais alguém o meu trabalho.

2 comments » Write a comment

  1. Sei bem o queres dizer….estava adiando finalizar o mestrado….quando me dei conta faltava um mês para ser “retirada” do curso!! Aqui estou trabalhando quem nem looouca….mas, vai valer a pena…..me passou uma infelicidade deixá-la parada…abandonar um projeto sempre é estranho…para mim foi importante proseguir! Porém, para outros não…talvez para você finalziar este projeto nõa seja tão relevante…logo…vai adiante e não olhes gavetas com poeiras do passado!