happy to be stuck with you

É oficial: afinal a E. ainda não vai este ano para o infantário. Depois de pensarmos e repensarmos e de pesarmos todos os argumentos a favor e contra decidimos que é melhor assim. É verdade que vou ter de adiar alguns projectos e que deixaram de estar no horizonte os dias um bocadinho menos extenuantes mas também é verdade que me sinto aliviada e que nunca me pareceu natural que ela começasse tão cedo a passar grande parte do dia longe de mim.

A propósito, releio este post da Heather e este da Ana (a quem agradeço a partilha deste tesouro).

E mais:

Um manancial de imagens (como esta ou esta ou esta ou esta) de filmes de animação checos (viva o Vasco Granja) que adorava que existissem editados em dvd (e vivam as alternativas ao moralismo cor de rosa dos estúdios Disney).

Um pinguim que queria ter sido eu a fazer.

Seis pessoas com vontade de tricotar.

8 comments » Write a comment

  1. Acho que fazes muito bem! Embora seja importante as crianças conviverem com outras crianças também me parece muito importante estarem muito tempo com os pais…

  2. tengo una amiga, que tiene tres niños, y ninguno de ellos ha ido nunca a la guardería. tanto la madre como los niños están encantados. :)

    yo también había pensado hacerlo, pero cuando Jan cumplió un año, nos dio la impresión de que se aburría. Jan no tiene hermanos, ni primos. es el primer nieto de las dos familias. tampoco tiene vecinos de su edad, ni nadie con quien jugar. estaba en casa todo el día, y la chica que teníamos entonces no jugaba con él. así que decidimos llevarle a la guardería y no nos hemos arrepentido. yo estoy más tranquila cuando voy a trabajar.

    supongo que todas las opciones tienen ventajas e inconvenientes. :)

  3. Como eu a compreendo.

    Prescindir de momentos únicos seria verdadeiramente uma pena.

    Estou de “partida” para o fim-de-semana, volto segunda agora. Entretanto diga-me o que achou dos novos bichos, vou aproveitar o fim-de-semana (que,de qualquer forma, passará a voar) a pôr em prática o turbilhão de ideias que tenho na cabeça.

    Um abraço e beijos para a E.

    Marta

  4. Adorei o link das imagens de animação, também tenho saudades. O Tiago passa a vida a pedir “necos” na televisão e o que se encontra às vezes é aceitável e a maior parte das vezes é horroroso.

  5. acompanho quase diariamente o seu blogue, tem ideias lindas e,confesso, já copiei algumas…

    Tenho 4 filhos -18,16,6 e 2 anos – todos estiveram em casa até aos 3 anos e não estou arrependida. Dá muito trabalho mas compensa:menos doenças infecciosas, melhor concentração, mais calmos mas interessados,etc.

    Tenho alguns filmes checos de banda desenhada, incluindo dois dos que cita