mais um post sobre reciclagem

separar o lixo

(nascido de um outro post)

As campanhas publicitárias com o objectivo de incentivar a população a fazer a separação do lixo partem, a meu ver, de um pressuposto falso: todos os anúncios insistem em como é fácil separar do lixo normal os vidros, papeis e embalagens. Só que a verdade é que, mesmo acreditando que um chimpanzé consegue distinguir uma embalagem de detergente de um jornal, a maioria das pessoas que se preocupa hesita quando tem de escolher em qual dos ecopontos deve colocar um tetrapack.


Há alguns meses, quando escrevi outro post sobre este assunto, o site da Sociedade Ponto Verde tinha disponíveis para consulta os resultados de um jogo on-line (que ainda lá está) que testava os conhecimentos dos visitantes sobre os diversos tipos de lixo e os respectivos contentores/ecopontos adequados: eram desastrosos. Ora se as pessoas que se interessam pelo assunto ao ponto de consultarem o site têm aqueles resultados, o resto da população só pode saber menos ainda que o chimpanzé do anúncio. Conclusao: não é fácil separar o lixo. Mais do que dizer às pessoas que façam a separação, é preciso dar-lhes informação (inteligível de preferência) sobre como fazer a separação.

A outra dificuldade, claro, reside nos aspectos mais práticos. Arranjar espaço para mais dois ou três caixotes do lixo (ou comprar um novo) e tempo para ir várias vezes por semana ao ecoponto mais próximo (rezando pelo caminho para que não esteja cheio e fedorento).

O site da Sociedade Ponto Verde merece uma visita prolongada. Tem imensa informação e uma página com imagens de embalagens, do processo de reciclagem e com logotipos prontos a usar e a imprimir.

…e os envelopes com janela? Tem de se tirar o plástico/papel vegetal ou podem ir inteiros para o papelão?

13 comments » Write a comment

  1. Tens razão, não é assim tão fácil. Nós cá em casa separamos o básico com a consciência de que não sabemos as regras todas. Fui ver o site e vou imprimi-las.

  2. Tanto quanto sei, o destino dos Tetrapacks varia consoante a empresa encarregada da recolha. Em Lisboa devem ser postos no ecoponto amarelo (acho eu…).

  3. É só para dizer que me viciei seriamente no teu blog, Rosa…

    E viva a reciclagem!!! :o)

    Inês&ervilha

  4. en Barcelona el mayor problema para reciclar son las bocas de los contenedores. son muy estrechos, y aunque hayas separado previamente el plástico, las botellas de cristal etc. hay que tirarlos de uno en uno. con lo que a)se pierde MUCHÍSIMO tiempo y b) no hace falta separarlos previamente, puedes hacerlo perfectamente mientras los vas tirando uno a uno.

    el mundo es altamente imperfecto.

  5. Eu tenho colado na parede junto aos meus caixotes aqueles papeis da cor correspondente ao caixote com as instruções do que colocar ou não colocar. Mesmo assim tenho bastantes dúvidas… principalmente relativas a embalagens que tenham contido alimentos que se possam considerar, ou não, gordurosos. Isto é particularmente confuso porque por exemplo as embalagens de manteiga e oleo devem ser colocadas no lixo e no entanto trazem o símbolo da reciclagem…

  6. oh rosa… agora outra coisa que nada tem a ver com reciclagem. Sabes onde é que posso arranjar um modelo de como fazer botinhas de bebe? Vou tentar ir ao meetup de 11 de outubro ;)

  7. É verdade, eu tb tenho muitas dúvidas sobre onde pôr o quê… especialmente depois de ver programas a explicar os diferentes critérios de diferentes empresas de reciclagem.

    Beijinhos

  8. A mim agrada-me a prática no concelho de Oeiras (espero não estar enganada). As pessoas separam todo o lixo que é reciclável e depois alguém se encarrega de o triar. Acho que faz todo o sentido numa primeira fase (e creio que estamos ainda numa fase inicial) já que, imagino, deve ser necessário separar de novo todo o lixo que deixamos nos ecopontos de Lisboa.

  9. Olah, este blog eh fantastico! Sobre a reciclagem, eh verdade que as pessoas tem muitas duvidas, ate porque os sistemas variam de concelho para concelho. Sem duvida que o sistema da recolha selectiva a determinados dias da semana em Oeiras tem melhores resultados em termos de percentagem de lixo reciclado que os outros sistemas com ecoponto. para alem disso ainda tem a vantagem de nao serem necessarios eocpontos grandes e vilumosos a ocupar as nossas ruas. a 2a e 5a feira os municipes deixam junto ao contentor normal do lixo um saco transparente cm as embalagens reciclaveis que sao recolhidas pelo mesma viatura que recolhe o lixo normal. Algumas pessoas pensam que “eles” colocam tudo junto, mas nao eh verdade, esse lixo eh mesmo separado do restante.

    Em relacao aos tetrapaks tanto podem ir para o embalao como papelao na maioria dos concelhos, mas como as vezes nao eh muito claro, eh preferivel colocar no embalao. As embalagens cheias de gordura ou feitas de material absorvente nao sao reciclaveis!

    Mas mais que reciclar e muito, importante, acima de tudo, reduzir a quantidade de lixo que produzimos, eliminando utilizacao de embalagens desnecessarias, por exemplo tendadando comprar recargas, para todos os produtos para os quais seja possivel, em vez de comprar uma embalagem nova.

    Ou reutilizar as embalagens que adquirimos para produzir outros objectos, como eh um bom exemplo este: http://ervilhas.weblog.com.pt/arquivo/046901.html

    Desculpem nao ter acentos mas estou na Eslovenia e o teclado nao permite… ;)