19 meses

A E. continua a vir para a nossa cama de madrugada quase todos os dias. Nem sei bem a que horas porque o faço a quase completamente dormir. Ouço-a decidida e já levantada na cama – mamã? mamã? – e pronto. Feito o mal uma vez é precisa imensa força de vontade para contrariar o hábito. Pelas oito e pouco acorda decidida: upa! mamã upa!. Sendo infinitamente mais agradável que um despertador não deixa de custar, sobretudo tendo em conta que raramente me consigo deitar antes da uma e meia, duas (estas horinhas de sossego em que até conseguimos tirar os livros, lápis, bolas, carrinhos e bonecos do chão, tomar um café e fazer qualquer coisa são demasiado preciosas para ir para a cama mais cedo…).

Continua a dizer poucas palavras e a usar muitos gestos e sons, por vezes mais complicados que as palavras propriamente ditas. Para dizer escorrega, por exemplo, senta-se no chão e arrasta-se para a frente e para trás. Aprendeu a pronunciar ão e pratica com afinco sobretudo os essenciais mão e pão.

Come a sopa sozinha com a colher mas prefere a mão para tudo o que seja fácil de levar à boca e distrai-se muito mais facilmente durante as refeições. Sempre que vê imagens do mar ou de areia pede para ir à praia. Creio que o paraíso da E. seria uma praia com baloiços, a sua amiga Aiã e um stock inesgotável de iogurtes e maçãs….

Links:

Little & The Girl: feitos à mão e muito simpáticos (obrigada Miriam).

Knittle: toscos, simples e lindos, coletes de tricot para inspirar as principiantes.

12 comments » Write a comment