#94

boneca de pano

Uma das coisas boas dos encontros, para além de associar caras (e corações) às palavras lidas e recebidas, é a troca de ideias, de dicas e referências. A M. emprestou-me ontem um livro fora de série: The Gnome Craft Book. Tem gnomos construídos em diversas técnicas (tricot, recorte, bordado, feltro, etc.) e cada um mais lindo que o outro.

Hoje fui dar finalmente andamento à impressão dos meus postais de Natal. Depois de sondar alguns contactos, resolvi optar pelo comércio tradicional e explorar (finalmente com uma boa desculpa) as tipografias e gráficas do meu bairro. São um dos tipos de estabelecimento de que mais gosto (a seguir às retrosarias e papelarias), com as suas máquinas antigas e barulhentas e o seu chão de mosaico hidráulico. É bom quando nos assumimos leigas num assunto e nos deixamos ensinar por quem aprendeu uma arte. Claro que estou cheia de medo de que não fiquem bem, de que as cores saiam erradas, ou muito escuras, ou muito claras, e de ficar atulhada em postais até ao fim dos meus dias.

Dolls, dolls, dolls:

Uma boneca reversível feita pela minha amiga Mitiko.

Uma boneca abandonada.

Wee Folk Studio: Fadas feitas e para fazer, descobertas aqui.

E ainda, o destaque dado aos novos bonecos – designer toys go soft – pela revista Creative Review de Novembro (obrigada Tito!).

2 comments » Write a comment