mais pfp

Onde é que arranjas os teus tecidos? é outra pergunta que me chega com imensa frequência. A resposta é em todo o lado, desde que sejam de óptima qualidade. Da feira de Viana do Castelo às lojas da Baixa, dos sótãos das avós às retrosarias à beira da falência, através de trocas com pessoas simpáticas de outros países e em muitos sites, americanos, japoneses ou onde quer que encontre aquilo de que gosto. Sobre as compras on-line, descobri finalmente ontem o site das Alfândegas portuguesas, onde há uma tabela bastante útil sobre as eventuais taxas a pagar. É um assunto que deixa toda a gente confusa. O site não responde a todas as dúvidas, mas as que ficam podem ser esclarecidas por email (já verifiquei que funciona).

E mais:

O #144 e o #148 nas suas novas casas.

Knit Report da Naive Knitter sobre este belo macaco tricotado.

5 comments » Write a comment

  1. Bem que tecidos incríveis, sobretudo no site japonês. Que pena viver consumida por um emprego, uma tese de mestrado e uma filha (essa é a que consome menos e inspira mais), que vontade de fazer ou mandar fazer roupa! Obrigada Rosa pela tua capacidade de partilha.

    Beijinhos

  2. Rosinha, generosa, tenho que dizer uma cosita, tal como o “outro” dizia (ou “outra”, já não me lembro bem):- «Que nem tu só tu?»

    Hoje deve chegar o meu Elmer (o 154), ai ai!

    Beijinho

    Sandra Pereira

  3. Muito obrigado pela tua paciência e generosidade, visto que eu me incluo no lote das perguntadeiras! :)

  4. Ai rapariga….minha guia…minha luz…minha amêndoa de xicolate….(Sempre fui muito exagerada!!)

    Obrigada

    Hihihi

  5. Obrigado Rosa, pelas dicas e pela disponibilidade

    para “chegar” a todas.

    bjs

    Joana