desabafo

Quando vejo partes do meu site descaradamente copiadas por outras pessoas fico a ranger os dentes. Às vezes são expressões ou frases inteiras* em verdadeiro copy e paste e outras são bonecos tão inspirados que irrita. Não é que eu tenha inventado alguma coisa ou que seja a primeira vítima de plágio da história, mas serão as vistas destas pessoas assim tão curtas? E o vocabulário assim tão limitado? Li outro dia numa entrevista a um criativo (amanhã logo acrescento o nome dele) que se nos inspiramos nalguma coisa, ao menos que seja para fazer melhor do que o original. É uma ideia ambiciosa mas que julgo sensata.

E depois de um post tão pouco típico vou dormir, a ver se me passa a má disposição.


*exemplo:

Do meu site: (…) nenhum boneco é igual a outro. Todos têm características e pormenores que os distinguem e tornam únicos (…).

De um dos sites em causa: (…) nenhum é igual ao outro. todos têm características que os diferenciam e tornam exemplares únicos (…).

PS: O criativo que citei de cor chama-se Manuel Peres e li-o na entrevista que deu à Alice (Outono 2004).

A autora da cópia que dou como exemplo usou sem qualquer pejo os meus textos mas não plagiou directamente os meus bonecos. Resolveu ir copiar mais longe, ao Japão, e faz (entre outras coisas também bastante fáceis de perceber de onde vêm) uns gatos que são tirados a papel químico dos lindíssimos Tar-Tan (que já várias vezes divulguei aqui). O site/marca portuguesa a que me refiro neste caso concreto chama-se Mãos de Tesoura. Divulgo o nome como aviso, para evitar que pelo menos as pessoas mais informadas comprem gato por lebre.

45 comments » Write a comment

  1. Rosa, tens mais que razão de estar indignada!

    Eu ando cheia de vontade de recomeçar a fazer coisas, mas tenho tanto receio que possa mesmo incoscientemente “subtrair” algo de alguém.

    Mas uma coisa, tenho a certeza, é que farei apelo ao meu bom senso e sou o suficientemente modesta para pedir que façam a crítica desse meu trabalho.

    Mas eu jamais faria de propósito, principalmente o vergonhoso e alarmante “copy e paste” como referes acima.

  2. Por acaso já tinha reparado que andam para aí muitos bonecos demasiado parecidos com os teus. Vendo o lado positivo da coisa – és uma inspiração. Eu, que sou nova nestas andanças, não passo um dia sem ver o teu blog e estou sempre ansiosa pelas novidades. Algumas pessoas menos criativas ou muito jovens terão necessidade de te imitar, visto que te estás a tornar um “role-model”. Continua! E não desanimes!

  3. pois é, essa é uma situação um tanto quanto delicada… muita gente gosta de seguir aquela máxima ” nada se cria, tudo se copia”…

    Uma coisa é a inspiração, uma releitura de um trabalho que se admira, outra coisa é uma cópia barata!

    Não sou tão famosa e visitada quanto você, mas já recebi alguns e-mail de pessoas pedindo para eu colocar o molde das coisas que faço… das bolsas principalmente. Acho o fim! Posso até ensinar um detalhe como a flor de fuxico, tema de domínio popular aqui no Brasil, mas os produtos, as formas como uso as flores, o tecido, etc., são domínios do autor.

    Entendo toda a sua indignação, mas tenha sempre em mente que as suas são originais!

    bj,

  4. oh rapariga, sabes o que tens de fazer? sentires que és superior a isso e meteres nessa cabeça artística e original que as pessoas que te lêm e conhecem sabem perfeitamente quem fez o quê! :)

  5. hello Rosa,

    I’ve seen some dolls around that reminded me of yours, but didn’t have that ‘little something special’ that yours have. Whatever else can be said about it: yours are made by you, with precision, care and lots of love. No copy can do that. ***

  6. rosa,

    eu tambem ja tinha reparado nesta ervilhomania, mas ainda nao tinha tido a coragem de o comentar. o que mais me surpreende e a utilizacao de blog’s para venda descarada de bonecos, completamente descontextualizados e com com precos e tudo! depois e ler ‘fabrica disto…’, atelier daquilo…’. acho que e a necessidade de viver a vida atraves da vida de outra pessoa.

    mas tambem encontrei blog’s de pessoas que tiraram as agulhas dos armarios com trabalho lindissimos (sem fins comerciais) inspiradas em ti e nos teus links.

    e o que da… a genorosisdade de querer partilhar!

  7. Rosa, eu sou das pessoas que voltaram a tricotar inspirada por si. Não passa um dia que não venha ver o seu cantinho e julgo que não deve ligar a isso, apesar de perceber o seu desencanto. Quem anda por aqui sabe ver a diferença e só tem que pensar que são pessoas mediocres.

    Continue a fazer o que lhe dá prazer e o que nos dá prazer.

  8. É muito revoltante sim, mas tal como quase todos os comentadores anteriores referiram, deves pensar que és a original, e que estás na base desses trabalhos. Claro que isto não diminui a revolta de te sentires plagiada e ‘usada’, mas sabe bem saber que és a raiz desses trabalhos, ainda que menores.

  9. Realmente tenho visto cópias descaradas do teu trabalho, mas sinceramente não lhes ligo nenhuma e passo á frente, são de tão má qualidade. Sinceramente espero que essas pessoas evoluam, trabalhem e alcançem um estilo mais personalizado e próprio,de certeza que se vão sentir muito mais satisfeitas e nós vamos gostar mais de ver.

    Quanto a ti, continua igual a ti própria que a qualidade vê-se a olho nú.

    Quanto ao comentário da Sónia, acho que se pode fazer de um blog o que se quizer, vender “coisas”, dá-las, falar do namorado, dos filhos, dos livros que se gosta, mostrar um trabalho, etc, só lê e vê quem quer.

    Já me acusaram várias vezes de não falar de mim no meu blog, mas sinceramente a minha postura não é essa, só quero mostrar aquilo que me dá prazer fazer e porque não vender, é sempre bom ver alguém dar valor ao que fazemos….

  10. Rosa,

    compreendo a tua indignação, mas não deves preocupar-te, pois ninguém consegue fazer bonecos como os teus. Até podem tirar o molde, procurar os mesmos tecidos importados por ti (que tu tão honestamente partilhas e tudo, na feira, por exemplo), até podem fazer bonecos muuuuuuuuuuuito parecidos; no entanto, os teus têm a tua mão e o teu carinho pelo trabalho que desenvolves.

    Eu sei que o que está em causa nem é bem isso, é mais uma questão de princípio, mas a única coisa a fazer é continuar a divulgar estes casos para: 1º essas pessoas ganharem vergonha; 2º as outras pessoas saberem o que esperam.

    Tu sabes que foste e és uma inspiração para as Maltrapilhas, mas copiar-te seria impossível.

    Jinhos. Anima-te*

  11. Concordo com algumas coisas outras nem por isso.

    Tb tenho um blog e atraves dele tento dar a conhecer e porque não vender as minhas flores e os meus bonecos,( ainda masi tendo em conta q actualmente este é o meio mais facil de se espalhar informação) e confesso q a grande incentivadora foi a rosa ( mesmo sem me conhecer, e pessoalmente so a conheci no jardim em festa )que de certa maneira demonstrou-me que as bonecadas q habitualmente fazia so para mim e amigos se calhar poderiam ser partilhadas com mais gente.

    de qualquer modo tambem me irrita quando se começa a ver coisas demasiado parecidas , ou pessoas a tentarem copiar.

    No entanto a consciencia esta dentro de cada um, e o valor do trabalho nao podera ser tirado a ninguem.

    por isso rosa, nao te preocupes, sao pobres de espirito, e continua com o teu lindo trabalho…

  12. Sou mais uma visitante regular, que tornou a pegar nas agulhas de tricot e que recomeçou a fazer bonecos e miminhos para presentear os amigos, inspirada por si!!O autêntico sente-se! Não perca energia com a questão das cópias mas lembre-se antes de todos os que são inspirados pelo seu exemplo! Bem haja!

  13. Rosa

    Espreito por «esta janelinha» desde que vi uma referência aos seus trabalhos numa Agenda de Lisboa há uns meses atrás…Tem toda a razão em estar indignada…Mas fique também tranquila, porque o interesse visual, o sentido estético e o sentimento (o mais importante de tudo!) que os seus trabalhos manifestam, torna-os únicos e inconfundíveis.

    Felicidades!

  14. Rosa,

    Obviamente não posso deixar de me sentir solidária consigo, no desrespeito pelos outros, sob qualquer forma, seja do mais elementar acto de cordialidade e boa educação passando pelos direitos de autor, pela propriedade intlectual, sou radical, e tenho uma opinião muito concreta a respeito: não devemos tolerar este tipo de desrespeito, cabe-nos a todos “apontar o dedo”, recriminar e alertar, já que não podemos punir directamente! Apesar de ser um cliché, gosto da frase: “As atitudes ficam com quem as toma!” Aliás já tive, no passado, ocasião de deixar uma opinião idêntica a este respeito.

    Para desmoralizar um pouco mais quem toma atitudes deste género, de perfeito desrespeito para com os outros, quero dizer-lhe que estive toda a manhã, a matar a charada até conseguir chegar ao referido site…e dei-me ao trabalho de comparar, “os originais” com as “falsificações”, e devo dizer que apesar de para mim também não restar dúvida quanto ao plágio, a distância entre ambos é abissal! (Este tipo de mediocridade jamais chegará aos calcanhares da genialidade!)

    Não desmoralize com as mediocridades que por aí andam, temos que nos confrontar diariamente com atitudes deste tipo, por favor continue! A Rosa sobresai claramente pela originalidade, pelos rasgos criativos com que nos premia diariamente!

  15. Infelizmente é algo muito comum na net, já vi queixas de artistas das mais diversas áreas… A solução é mesmo ter um trabalho muito bom e ir evoluindo sempre, o que fará as pessoas sempre preferirem o original. Beijinho!

  16. why can’t people just come up with original ideas?!? i lost some of what you were saying in the translation but i am very sorry if you were caused any upset by someone stealing your ideas. it’s really horrible!

    chin up! :)

    xox, mav

  17. Rosa, não te preocupes, porque de certeza que os teus bonecos têem uma coisa que os plagiados não têem…amor! Os teus são feitos com amor e carinho como se fossem feitos para a tua E.

    Existem pessoas com uma lata!!

    Irrita-me profundamente pessoas sem personalidade e sem mente criativa.Podem-se fazer tantas coisas sem imitar os outros.

    Francamente…

    Não te vás abaixo.:)

    jokas

  18. Só tenho um comentário a fazer: as tuas bonecas têm um brilho especial, impossível de copiar.

  19. Rosa,

    tens toda a razão… mas não percas tempo a pensar nisso, nem tão pouco fiques com mau humor.

    Os teus bonecos são os teus bonecos. Aqui ou em qualquer parte! Tu é que os imaginas, tu é que lhes dás vida … é das tuas mãos e do teu coração que eles nascem!

    Sinceramente, eu tenho é pena de quem tem que copiar para conseguir fazer alguma coisa.

    Deve ser triste, não achas?

  20. Rosa,

    gosto muito do que faz e muitas vezes já aqui o expressei. Adoro ver nascer trabalhos feitos com as minhas mãos, inspirando-me aqui e ali. Coisas feitas para os meus filhos e amigos.

    Pôr à venda peças nitidamente pirateadas é demais, entendo a revolta.

    Um beijinho de alento…

  21. A essência é tua, ou se tem ou não se tem… Por muito que tentem, há coisas intrínsecas, impossíveis de plagiar. Só é pena que tentem brilhar com as ideias dos outros… Continua e acredito que esse é apenas um dos obstáculos, e um reflexo negativo do sucesso do teu trabalho, porque se não fosse realmente bom, ninguém tentava fazer igual. As pessoas ainda não perceberam que para tentarem implementar as suas possíveis ideias, se tiverem que ter sucesso, basta serem apenas elas próprias. Não vale a pena enganar a essência, ou se tem ou não se tem…

  22. A Rosa tem certamente noção de que o seu trabalho é inspirador mas eu vejo essa influência mais no sentido motivador da palavra. Comecei a mostrar as minhas coisas depois de ver o seu magnífico trabalho mas nunca ambicionei sequer comparar-me :)

    Acho muito grave ultrapassar a barreira da inspiração e plagiar. Criar é uma acto tão bonito que acaba por ser devassado com este tipo de coisas. Se criamos mostramo-nos, reconhecemo-nos no que fazemos e acho muito difícil que essas pessoas sintam isso, que é a parte mais gratificante do acto de criar :)

    (Quanto ao facto de se usar a internet para se divulgar o trabalho não acho que seja nada de negativo, se nos mostramos mostramos também o que fazemos, as coisas estão imbrincadas e creio que a Rosa concordará comigo neste aspecto).

    De resto, não há mais a dizer, os bonecos da Rosa serão sempre únicos, nunca esqueça isso.

  23. Eu sou visitante assídua do teu site, desde o momento que o encontrei . Já vi muitos bonecos, alguns parecidos com os teus, mas não te esqueças que o que fazes tem uma ” magia” que os outros não tem. Para aqueles que apreciam estes trabalhos, não se deixam levar por imitações.

  24. É revoltante dar de caras com coisas nossas literalmente plagiádas e sem uma única referência à fonte! Já me aconteceu e, por isso mesmo, passei a “gravar” o nome nas imagens (embora saiba que o photoshop o desgrava…), adicionei um detector de cópias escritas e registei os conteúdos no IGAC. Penso que seria boa ideia dares também este último passo. Não é caro e ficas com a lei do teu lado, para as eventualidades.

    Tal como a Sónia Henriques, também comecei a procurar o “disco riscado”. Acabei por desistir a meio da busca porque achei que estava a perder demasiado tempo com a falta de originalidade. De facto, só vale a pena determo-nos com aquilo que é autêntico!

    Força e não desmoralizes :)

  25. Ter um trabalho seu é ter um pouquinho da sua companhia e da E. e isso é inimitável!

    Beijinhos

  26. Tal como ao meu mail, venho à Ervilha todos os dias. Também tenho site e produtos, acredita que ao principio foi uma luta para me convecerem a expor os meu bichitos na net, andava sempre com um pavor desgraçado, mas sabes que foi contigo que aprendi que a exposição dos nossos produtos é a nossa maior segurança, há pessoas que mesmo sem sabermos lhes têm um amor muito especial e os conhecem à légua e são as primeiras a defende-los quando vêem produtos que por vezes nem são inspirados, são copiados dos nossos.

    Por isso… (e porque precisei de um bocado de coragem porque acho que a Ervilha vale mesmo a pena) continua a pôr imenso amor no recheio dos teus bichinhos!

  27. Estás a fazer “Escola”! todos os bons artistas já viram isso acontecer….Isso é um fenómeno giro, e de algum modo importante.

    Mas de facto é preciso ter lata para copiar e depois comentar! Já quase todos os comentários disseram o que é bem verdade, os teus bonecos são especiais…Não fiques tristinha, a vida tem destas coisas! ;) e eu já tenho dois dos teus!

  28. irrrrrrrrrita mesmo! grrrrr!

    isto é como o chocolate, existe o bom , o puro, e existem os chamados (e assim etiquetados) sucedâneos de chocolate. e mesmo assim, há quem compre!

    é lamentável e digo-te, é chover no molhado, os visados nem ética têm para perceber que copiaram. é mesmo miséria de espírito e como não sou jesus, não consigo dizer: “abençoados sejam os pobres de espírito” .

    começo a acreditar que o número de copiadores é proporcional ao sucesso dos copiados. uma adivinha: armani ou galliano versus augustus ou joão rolo. quais são os mais copiados?

    don’t worry, linda, be happy! you are a genious anyway.

  29. Não desanimes com essas porras (para não dizer outra coisa!). Comigo já aconteceu o mesmo, mas o trabalho dessas pessoas sem carácter ao pé do nosso é tão medíocre que o melhor é nem ligarmos. A revolta é enorme, mas as pessoas e os clientes reconhecem de onde vem o verdadeiro talento!

  30. Bom.. eu não consigo costurar nem que a minha vida dependa disso. Tenho uma mãe ex-modista e uma irmã extremamente dotada em TUDO o que é relacionado com artesanato. Saí assim mais virada para as ciências mas com um gostinho especial pelas artes.

    Sou tricotadeira compulsiva, pois sou. Mas falta-me o perfeccionismo.. De qualquer das formas, a maior parte dos meus “tricots” não são originais, vou buscar as ideias a qualquer lado… Copiar uma ideia pode ser um elogio, desde que não seja para fins lucrativos, é a minha opinião… Mas já há algum tempo que tinha reparado na semelhança de alguns bonecos em diversos sites por aí… Compreendo que possa irritar :(

    Já o plágio.. O plágio é muito feio. E não tem desculpa.

    Uma continuação de um óptimo trabalho :)

  31. Muito obrigada por todos os comentários e sobretudo por todo o apoio que recebi de tanta gente ao longo do dia.

    A autora do site “Mãos de Tesoura” respondeu ao email que lhe enviei à cerca de tudo isto e negou categoricamente ter copiado fosse o que fosse. Enfim.

    Saber que o meu trabalho é meu e que quem o conhece lhe dá valor também por isso é mais do que suficiente para ir dormir contente :)

  32. como bem sabes, assino embaixo e adorei ver um post sobre isso (e quantos comentarios!).

    tudo que tem no meu site já foi copiado, desde a logomarca até as fotografias de mesmos lugares, sob os mesmos ângulos, ilustrações, pallettes de cores, até mesmo me mandam email perguntando qual material eu uso (deve ser para poder copiar à risca). a cara de pau dessa gente não tem limites.

    certa vez até o html copiaram – decobri porque vi que nem mesmo os MEUS comentarios internos de marcação de tables foram retirados.

  33. Rosa, já tinha até comentado com algumas amigas que havia agora bonecas parecidas com as da Ervilha…mas vês? São ‘parecidas com as da Ervilha’: o original será sempre teu. Claro que é tão bom que as pessoas copiam. É isso a marca da genialidade. É muito triste que não sejam capazes de reconhecer e dar o mérito a quem de direito, mas já se sabe que é sempre assim, há gente mal formada. Não ligues e siga para a frente. Um beijinho.

  34. Sei como é isso e também fico irritada em muitos momentos. No começo da moda dos blogues eu ficava indignada quando criava templates para mim e os via copiados descaradamente por aí. Agora sofro com as fotografias, e ainda de vez em quando com alguns textos. E a fotografia é uma dificuldade de conseguir provar, no caso profissional, quem foi que teve a idéia primeiro. Não raro perco a paciência e mando o dono da cópia às favas – porque sei que trabalho inteiro igual ao meu eles não vão conseguir fazer mesmo. Te entendo, como te entendo…

  35. Concordo plenamente com a “avó m” que escreveu aí em cima (e com muitos outros também!). :o)

    Rosa, lembra-se quando eu lhe disse que suas bonecas têm alma? Pois é… isso não há como copiar.

    Feliz quem consegue ver o valor por trás de cada trabalho seu e o diferencia das ditas “inspirações”. Também eu já vi várias bonecas “pomarianas” por aí, algumas até bem simpáticas, mas não são as suas. Ponto.

    :o*

  36. Rosa,

    Subscrevendo todas as coisas boas escritas acima, não pude deixar de sorrir ao folhear a Caras Decoração de Maio que comprei hoje… página 92… 2(duas!) referências a trabalhos teus, uma boneca e um edredão… o máximo!!… depois… página 96, mais 1(uma!), desta vez um babete…

    Minha querida, o teu trabalho está e é reconhecido. Cá em casa já temos a Nuta (#146), linda!

    Quanto ao resto, peanuts!

    Um beijo :)

  37. Rosa,

    Subscrevendo todas as coisas boas escritas acima, não pude deixar de sorrir ao folhear a Caras Decoração de Maio que comprei hoje… página 92… 2(duas!) referências a trabalhos teus, uma boneca e um edredão… o máximo!!… depois… página 96, mais 1(uma!), desta vez um babete…

    Minha querida, o teu trabalho está e é reconhecido. Cá em casa já temos a Nuta (#146), linda!

    Quanto ao resto, peanuts!

    Um beijo :)

  38. Olá Rosa,

    Só hoje li este post porque estive sem computador, mas acho que realmente não te deves chatear, porque o teu trabalho é reconhecido por muita gente e está repleto de uma luz magnifica! A luz da Criatividade! TU E MUiTA gente sabe reconhecer os teus trabalhos e te admira por eles, por isso segue o teu caminho, sempre ciente de que existirão mais ao longo do teu percurso a tentar copiar mas que não vão conseguir avançar pois lhes falta o essencial, a imaginação e o carinho com que fazes os teus bonecos e todo o teu trabalho. Bjs.