flying rats

paminhas

Quando juraste que jamais um filho teu daria de comer aos pombos não sabias do que estavas a falar. E a desculpa de que as migalhas eram só para os pardais não convence ninguém.

10 comments » Write a comment

  1. Também detesto pombos e como se não bastasse ter a casa rodeada deles, descobri há uns tempos que há alguém, no prédio do lado, que lhes dá milho e outra comida. Que desperdício!

    Também jurei que nenhum filho meu dará qualquer comida a um pombo que seja. A ver vamos. ;)

  2. Bom, parece que é um mal geral.

    Eu tb passei pelo mesmo em miuda e tenho fotos (quem não tem) que me denunciam nesses caminhos das migalhas.

    Hoje tento me desviar deles, quando me fazem voos rasantes na cabeça.

    :)

  3. pois é… uma praga! Odeio-os, acho-os muito porcos… mas também os alimentei em criança… E quando pousam na nossa mesa numa esplanada?!?!?! É horrível!!

    No meu prédio já puseram um aviso para as pessoas não darem comida aos pombos! E lembro-me também de outra vez receber pelo correio avisos do género. É continuar a corrente!

    Mas o pior é que há gente mais velha, sozinha, que gosta dos pombos e da hora de lhe dar migalhas…

    a.m.

  4. Yo tambien llamo a las palomas ratas aladas y las odio a muerte… No se si podré evitar que mi futura hija las alimente, bu bu que dificil se presenta la maternidad.

  5. eu gosto dos pombos,

    não dou comida,

    são porcos é verdade, são até realmente muito porcos mas eu gosto muito de os ver,

    gostos..

  6. Já tinha pensado numa situação semelhante. No quanto me irritam os pombos e como fico em pânico de ver algum a ser atropelado. Tenho pensamentos homicidas porque eles estão em todo o lado. Depois lembro-me de que vou ter uma menina e de que ela me vai de certeza pedir “milho para os pombos, mamã!” Humm… procura-se técnica para retirar este vício às nossas crianças…

  7. é uma estratégia dos pombos… cativar crianças. a criança alimenta os pombos e em adulta achará que nao deve deixar a filha alimentá-los, mas será em vão… o ciclo se faz. os pombos sobrevivem… :) sao espertos eles… :)

  8. Pois é!

    Eu detesto pombos e quase consegui passar esta atitude para a Raquel (+- aos 18 meses). Quase… mas agora, com 2 1/2 anos, todos os dias tem que dar migalhas aos pombos (e comer pão em simultâneo), e tem por cúmplices a avó e o pai! As crianças ganham sempre estas batalhas.