#271

home sweet home

Ficámos a arrumar até às três da manhã e conseguimos antecipar o regresso a casa. Estou muito satisfeita com os móveis que escolhi para arrumar os materiais de trabalho: depois de meses a escrutinar o catálogo do IKEA, só quando lá fomos é que me ocorreu que esta era provavelmente a melhor solução. Com caixas, caixinhas, gavetas e prateleiras à minha espera, vou poder organizar os tecidos por cores e tudo.

Outras coisas:

Desenhos destes dão-me saudades dos meus alunos.

Farda crafty.

6 comments » Write a comment

  1. O tecido do boneco é um primor.

    E bem valeu o esforço de estar até ás três da matina nas arrumações.

    Gostei da ideia de transformares “um roupeiro”, (pois é nessa secção que se encontram os móveis que escolhes-te) em móvel de escritório para as tuas “ferramentas” de trabalho.

    Como diria uma colega minha do Porto, ideia supimpa.

    Sandra

  2. Uma coisa assim é que me dava jeito…

    Apetecia-me mesmo mudar todo o meu escritório e transformá-lo num quarto de trabalho…

    E o teu em rosa deve estar lindo… e condiz contigo!!!

  3. Nada como ter tudo arrumadinho, ando a precisar fazer o mesmo mas vou “usar e abusar” do sogro para tal ;o) … os bonequinhos são cada um mais lindo que o outro … o #260 já está instalado lá em casa, como poderás confirmar no meu blog :o)

  4. as crianças deviam ser sempre crianças (Ok, eu sei que não é de todo viável, mas é bom sonhar)…

  5. Rosa,

    Seu blog eh lindissimo!!!!

    Fazem alguns dias que cruzei com ele, por acaso, e nao paro de me deliciar com as coisas lindas que voce faz, com as fotos tao agradaveis eque passam tanta tranquilidade, com os sacos tao coloridos qu voce costura.

    Me deu ate vontade de aprender acosturar!!! E hoje, fui coorendo comprar uns tecidos por aqui (moro em Tel Aviv, Israel. Vintage, por aqui, tem aos montes, mas nao tao lindos como os dai de Portugal)

    Parabens pelo novo roupeiro.

    Eti

  6. Ainda bem que ficaste satisfeita com as alterações! Agora até vai dar mais vontade de trabalhar…

    Bom regresso a casa!