*

na areia

Nada como um fim-de-semana perfeito para nos distanciarmos das coisas que nos consomem todos os dias e podermos rir-nos um bocadinho de nós próprias.


saco de sacos

A E. passou o tempo dentro de água ou a brincar com o Dodo e eu, para além de passar longas horas sem fazer literalmente nada, deliciei-me com iguarias várias e, um ano depois, deitei mãos a mais um saco de sacos. Muito, muito obrigada, querida Hilda e querido Miguel!

6 comments » Write a comment

  1. Isso sim, é um belo fim-de-semana de qualidade!

    Que bom!

    Sandra

  2. Rosa,

    Moro no Brasil e também faço bonecas.. Aqui na minha cidade tem um armarinho (que acho que vo~cê chama retrosaria) bem antigo, que vende muitas coisas lindas.. Pensei que se quiser, poderia te mandar algumas pelo correio e trocaríamos essas coissinha lindas.. Se estiver interessada, me manda seu endereço para noemexavier@gmail.com

    Abraços,

    Noeme

  3. ando completamente fascinada por essa tecnica dos sacos de plasticos (que a pal tambem tao bem domina! e pena (ou nao) os sacos de plastico la do supermercado serem a pagar e assim muito mais ‘grossos’ do que o que se arranja por ai. por razoes ecologicas fico-me pelas las! um dia quem sabe?

    jinhos

  4. E esqueci-me de referir a deliciosa fotografia do post, com as garatujas da E. e marcas dos pezinhos dela na areia e a sua sombra como quem aprecia o seu trabalho.

    Sandra

  5. e vivam os fins-de-semana diferentes, a água e o “dolce fare niente”!! (algo me diz que devias repetir a dose mais vezes ;))