porto

registered

Gosto de ser turista no Porto.


tecidos

Dúvida ortográfica: comprei um tecido que nunca tinha encontrado à venda. É feltro de lã muito grosso e cor de carneirinho. O senhor da loja chamou-lhe sorrubeco e depois, sabendo-me de Lisboa, traduziu para burel. Não encontro a palavra em nenhum dicionário. Sorrubeco? Cerrobeco? Serubeco?

17 comments » Write a comment

  1. mas burel sabes o que é, não? Burel é muito usado na beira alta, e é um feltro tradicional, rústico de lã.

  2. Sim, o tecido conheço muito bem. Não conhecia era este outro nome…

  3. Olá! Será que me podias dizer em que loja do Porto encontraste esse tecido?

  4. sorrubeco ou sarrubeco é o termo usado tb na beira litoral para o tecido grosso com que se faziam as capas e casacos de pastores e trabalhadores rurais. É normalmente castanho, variando apenas na tonalidade.Nesta zona é muito ddificil de encontrar tendo normalmente os grupos etnograficos grandes dificuldades em encontrar alguem que o produza de acordo com os metodos originais!

  5. É surrobeco mesmo. Não é a mesma coisa que burel. A textura é diferente , o burel é mais fino. Enquanto que o burel só é de uma cor o surrobeco pode ter várias cores (vários tons de castanho, cinzento e preto. (com a cortesia da Dª Susana de Miranda do Douro)

  6. Olá Rosa,

    Ando há bastante tempo à procura desse “feltro de lã muito grosso e cor de carneirinho” em Lisboa mas todos os senhores da retrosaria dizem que isso já não se vende por cá…Sabes onde posso encontrá-lo? Qual o nome dessa loja onde o encontraste (mesmo sendo no porto?

  7. serrobeco – V. surrobeco

    surrobeco, serrobeco – s.m. (Talvez de surro) 1. Region. – carneiro que provém do cruzamento do carneiro branco com a ovelha preta. 2. Lã desses carneiros. 3. Pano grosseiro, duradouro, semelhante ao burel, que se fabricava nomeadamente no Alentejo e zona da Covilhã.

    in Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea Academia das Ciências de Lisboa

    Cá no norte diz-se de roupa que está velha, gasta ou suja “que está serrobeca”.

    Continuação de boas férias

  8. Uma das maravilhas de estar grávida é ter encontrado este blog. Adoro vir espreitar os seus ultimos posts. Continuação de boas férias.

  9. E aqui no nosso Aurelião (dicionário português/brasileiro) encontrei esta outra versão:

    ……………………………

    surrobeco

    S. m. Lus.

    1. Pano grosseiro e durável, semelhante ao burel, porém um pouco mais largo, fabricado na Covilhã e no Alentejo: “as jaquetas de pano de Saragoça com remendos de surrobeco pardo nos cotovelos surrados” (Antero de Figueiredo, Toledo, p. 141).

    Dicionário Aurélio Eletrônico – Século XXI

    Versão 3.0 – Novembro de 1999

    ……………………………

  10. Parabéns pelas lindas bonecas. Seu trabalho é incrível!

    Sou brasileira e moro no Canadá.

    Abraço,

    Erika

  11. Obrigada! De facto, voltei ao dicionário (da Porto Editora) e lá está a palavra surrobeco. Eu é que por burrice não tinha procurado em su…

  12. Mesmo em férias consegues sempre partilhar imagens e descobertas fantásticas! Um olhar sempre diferente sobre as coisas habituais…

    Habito frequentemente o Porto e nunca tinha encontrado esse tecido, nem a loja ( linda fotografia). Repetindo o pedido de outros poderias dar-me o nome e a localização?

    Continuação de boas férias!

  13. Parabens adorei o teu espaço…

    encontrei através do bookcrossing, fui deambulando e parei por aqui… q tranquilidade!!!

  14. recebi de presente de natal um lindo cachecol, castanho escuro com aplicações cor creme en forma de volutas e na etiqueta dizia:

    L’Pardo

    Fabrico e comercialização de artesanato Pardo, Linho, Burel e Surrobeco

    Bairro de São Sebastião

    5225-121 Sendim

    Ora sendo eu natural da Covilhã embora vivendo sempre fora dela, lembrava-me de menina, ouvir falar tal palavra…

    vim à net procurar e eis que encontro as vossas referencias à mesma palavra…

    pois para quem procura o tal pano, aqui vai a direcção de quem saberá mais que nós.

    Gostei de voltar às origens…

    bjs

    gonzaga

  15. Podem-me dizer onde arranjo esse feltro grosso mas de várias cores, a tal loja do Porto..

    :o)