self portrait tuesday

mãos

Ainda não sei o dia ao certo, mas o ano lectivo da E. está quase quase a começar. Tenho de marcar uma muda de roupa, um par de lençóis, um cobertor… Ultrapassada que está a maior parte das angústias prévias, agora tenho sobretudo curiosidade para ver como vamos reagir ao grande dia.

16 comments » Write a comment

  1. such a sweet & tender photo. i love it. school is starting…? are you happy with the school E will be going to? xoxx! mav

  2. para a minha menina também vai ser a primeira vez… e apesar de já não ser a primeira vez que deixo alguém na escola pela primeira vez, já sinto o início do aperto do coração…

  3. O ano lectivo está quase a começar e por isso resolvi procurar as novidades do atelier mãos de tesoura que o meu filho adora mas durante a busca deparo com rios de calúnias. Não tenho palavras para tamanha presunção. Conheci o seu trabalho na máxima interiores deste mês, não fiquei especialmente impressionada mas qualquer boa imagem que me possa ter dado a informação da revista que eu adorro…desvanece agora com esta manifestação de mesquinhez.

    Os objectos mãos de tesoura são muito diferentes dos seus…antes de caluniar faça uma pesquisa a sério, avalie e estude a evolução do artesanato. Supere os rivais….não os derrube com calúnias falsas.

  4. quando regressámos de timor, achei por bem que a G. fosse para uma escolinha de forma a desenvolver vocabulário e fazer amigos da idade dela.Era um local privado,com apenas 10 meninos. demorei quase 2 meses a conseguir ser eu a levá-la e implicava com tudo o que lhe ensinavam. Acho que me custava a aceitar a ideia de que outros estavam a tomar o meu lugar na educação da minha filha. E custava-me estar longe dela e imaginá-la sem mim para a defender.Assim que chegou o verão passou a ir só metade do dia; arranjei a desculpa para mim mesma das tardes na piscina… Dentro de dias, também ela irá para o ensino oficial. Já tem 3 anos…Também tenho curiosidade em ver como VAMOS reagir ao grande dia, mas com quase total consciência de que no meu caso esse vamos não passa de uma discreta realização eufemistica do eu – o que eu de facto quero dizer é ” vamos a ver como é que EU vou reagir!!!!”

  5. Boa sorte para vocês e pensa nos finais dos dias com a E saudosa da mãe a dar-te montanhas de beijinhos e abraços.

    XOXO

  6. Cara Inês,

    Fiquei surpreendida com este comentário que me deixou. Há muito tempo que não visito o site “mãos de tesoura” e não sei se está na mesma.

    Queria pedir-lhe que relesse o texto que a levou a chamar-me presumida e mesquinha.

    Como verá, em nenhuma passagem acuso a empresa de copiar os meus bonecos, o que digo é que já os vi copiados, de uma maneira ou de outra, em vários sites. O que me chocou, relativamente ao meu trabalho, foi a cópia de um texto, não de um boneco. Foi a remoção desse parágrafo que solicitei à empresa Mãos de Tesoura. O pedido foi recusado com insultos e foi, naturalmente, uma situação que me deixou magoada.

    Não tenho por hábito caluniar ninguém, como poderá constatar se vir do meu site mais do que este post que tanto lhe desagradou.

    Quanto aos estojos para pincéis e agulhas, este foi feito por mim mas baseado nos muitos que existem provavelmente há séculos. Não me inspirei em nenhum modelo em particular mas no conceito.

  7. Que engraçado… vá-se lá saber porquê ontem lembei-me que o ano lectivo está quase ai e a E. lá :) Vai ser com cereteza um sucesso (tranquilo)! Com aquele verniz então!

    Porquê Sabão? Estojo Sabão? Fiquei a pensar nisto…

    a.m.

  8. Por sugestão da Inês Lagartinho, e para saciar a curiosidade que estes episódios de “blogonovela” suscitam sempre, aqui ficam na íntegra os emails que trocámos na sequência dos comentários que ela aqui deixou a propósito de um post antigo. Que alívio quando estes embróglios se esclarecem de forma civilizada.

    From: ineslagartinho@xxxxxxx

    Date: August 31, 2005 1:16:34 PM GMT+01:00

    To: rosapomar@xxxxxx

    Cara Rosa,

    Como me pediu reli o texto mas infelizmente continua a parecer calunioso.

    Não quero de forma alguma ofendê-la mas acusa “mãos de tesoura” de copiar o seu texto. Sejamos racionais…os seus bonecos são únicos, nenhum é igual ao outro, todos têm características que os distinguem…é o que geralmente acontece no artesanato…os bonecos “mãos de Tesoura” também são artesanato e, tal como os seus, têm características que os diferenciam e os tornam exemplares únicos. Como dizer a mesma coisa com outras palavras?…não sei…mas será plágio de texto?…plágio de ideias?….quantas pessoas vamos acusar de nos tirarem os “miados”da boca.

    Seria no mínimo bizarro se em cada uma das áreas profissionais considerassem “copianço” frases que querem simplesmente dizer a mesma coisa.

    O plágio que referiu, de facto, não diz respeito aos seus bonecos e pela minha má interpretação peço as minhas sinceras desculpas. A acusação está lá…plágio dos bonecos Tar-Tan…não acha mesquinho divulgar um suposto plágio de bonecos que nem sequer são os seus? até que ponto é plágio?…não conheço os bonecos Tar-Tan…nem sei quais serão as supostas imitações….esta afirmação que eu assumi como acusação é um um aviso ao consumidor?….quer dizer que se eu comprar um boneco mãos de tesoura estarei a comprar gato por lebre?…fazem-me pensar que são bonecos Tar-Tan quando na realidade não o são…é isso?

    Não sei como está o site “mãos de tesoura” porque desconheço a página, era isso que procurava com a ajuda do motor de busca que me levou directo ao seu comentário. Acho isso extremamente desagradável, se o objectivo não era denegrir a imagem do referido atelier, fique certa de que foi isso mesmo que aconteceu.

    Aceite uma humilde sugestão, não veja como ofensa ou ataque este “plágio”, “mãos de tesoura” será apenas a concorrência, um atelier de artesanato entre tanto outros que tem um conceito em comum.

    Acredito que não seja um hábito seu caluniar, encontrei muito valor no seu site para além da calúnia que insisto em referir…achei injusto…e como é do meu feitio, não poderia deixar passar em branco.

    Com os melhores cumprimentos,

    Inês Lagartinho

    From: rosapomar@xxxxxx

    Subject: Quem não se sente não é filho de boa gente

    Date: August 31, 2005 1:35:46 PM GMT+01:00

    To: ineslagartinho@xxxxxx

    Olá Inês,

    Ainda bem que voltou a escrever-me. Depois do seu email fui, eu também, reler o meu texto. Passado todo este tempo, até a mim me parece uma tempestade num copo de água. Continuo absolutamente convencida de que aquele parágrafo foi de facto copiado do meu site (aliás sei que a mentora do projecto “mãos de tesoura” é ou era leitora atenta do meu blog) mas a minha reacção parece, a posteriori, um bocado exagerada. Acho que descarreguei naquele post toda a minha irritação com os vários plágios de que tenho sido alvo e as mãos de tesoura apanharam “por tabela”. Na altura, o que me fez não pensar mais no caso foi o tom do email que recebi em resposta ao meu pedido. Revelava uma tal falta de educação (para além de uma lamentável falta de domínio da língua portuguesa) que preferi não pensar mais nisso e seguir com o meu trabalho. É de facto aborrecido que uma pesquisa no google leve os visitantes ao meu comentário mais depressa que ao site Mãos de Tesoura, mas disso não posso assumir a responsabilidade. Já pensei se deveria apagar todo aquele post, mas não creio que fosse honesto ir agora apagar o que escrevi na altura, tal como não seria honesto não ter publicado o comentário que a Inês me deixou hoje. Tenho de assumir o que escrevi, por antipático que agora me pareça…

    Relativamente a todo o tema dos plágios e cópias tenho pensado muito nele, mas já aprendi a não ficar tão irritada. É um facto que é difícil perceber o que é cópia e o que não é, mas recuso a ideia de que a originalidade é coisa que não existe. É na qualidade do trabalho de cada um (seja nesta área ou em qualquer outra) que reside a sua melhor defesa.

    Cumprimentos cordiais,

    Rosa

    From: ineslagartinho@xxxxxx

    Subject: RE: Quem não se sente não é filho de boa gente

    Date: August 31, 2005 2:27:07 PM GMT+01:00

    To: rosapomar@xxxxxx

    Cara Rosa,

    Compreendo e respeito.

    Felicidades para o seu trabalho.

    Com os melhores cumprimentos,

    Inês.

    From: ineslagartinho@xxxxxx

    Date: August 31, 2005 2:34:04 PM GMT+01:00

    To: rosapomar@xxxxxx

    Cara Rosa,

    Seria justo publicar os restantes mails no seu blog. deixo ao seu critério.

    Atenciosamente,

    Inês.

  9. A foto além de muito linda “enche o meu coração de amor”.

    Espero que o dia em que a tua menina começar a sua nova jornada, estejam as duas de coração muito leve e feliz.

    Um grande beijo

    Sandra

  10. A C. começa amanhã. Ainda nem preparei nada… vai-nos custar depois de um mês em casa comigo. Já devia estar habituada porque ela já entrou para o colégio em Fevereiro (com 7 meses) mas… é tão fácil desabituar… ai, ai… vamos lá ver, amanhã, como corre…