recuerdo de portugal

sabonete para o meu banho

made in portugal

Ainda antes dos exageros futeboleiros, várias drogarias aqui da zona resolveram fazer montras dedicadas aos produtos da especialidade fabricados em Portugal. Não sei que peso terá nesta ideia o projecto Uma Casa Portuguesa mas é o género de coisa que me transforma logo em turista de vá para fora cá dentro. Não resisti ao sabonete Para o Meu Banho, a cheirar a essência de drogaria da minha infância.

A ver (sem ter nada a ver):

Histórias da vida privada: sobre este assunto, este alerta. Preocupação justificada ou excesso de zelo?

Art Blogs: artigo de Alice Geirinhas para a artecapital.net.

Landscape: tricot na parede por Jess Hutch.

5 comments » Write a comment

  1. …”porque um branco de carapinho e um preto de cabeleira loura não é natural blabla bla restaurador olex…” Oh tempo volta para trás….!!!:-)

  2. Descobri o seu blog hoje por acaso (quando andava à procura de carimbos na net) e acho-o verdadeiramente extraordinário. Acho que tem um sentido de partilha notável e imensa iniciativa.

    Este ano resolvi desfazer-me dos livros que não ia ler outra vez e dei-os aos amigos. Ainda ficaram alguns (acho que vou usar as suas etiquetas)

    Obrigada pelo que descobri aqui.

  3. o meu namorado morava na rua nova de santa cruz, em braga, mesmo mesmo do outro lado da rua da fábrica de sabonetes confiança, num segundo andar.

    todos os dias via as senhoras de batinha e touca a embrulharem sabonetes, numa fábrica das antigas, que cheirava a loção e a memórias, quando se passava na rua.

    :)

  4. Este fenómeno revivalista lembrou-me uma leitura que fiz há alguns anos: BARREIRA, Cecília, História das nossas Avós – retrato da burguesia em Lisboa (1890-1930), Círculo de Leitores, Lisboa, 1992. Eras capaz de gostar ;)

Leave a Reply

Required fields are marked *.