19 comments » Write a comment

  1. É, não é? ;)

    Não te sentes como pepito, o maior corredor do mundo? Nesses dias a seguir, deve ser da adrenalina, senti-me sempre assim, uma wonderwoman.

  2. é realmente espantoso como conseguimos ser a única fonte de alimento para um bebé. amamentei a minha filha, que nasceu com 35 semanas, e a recuperação foi impressionante: passou de percentil 25 para 75! é fisicamente esgotante e exige muita persistência, mas a recompensa é enorme.

  3. *suspiro* :o)

    Tão super estes poderes…

    E quando ficam ao peito apenas para estar grudadas a nós, sem nem mesmo mamar?

    Muitos dizem que deixando que fiquem assim, “acostumamos mal” aos bebês. Não penso assim… Na verdade, mal acostumadas ficamos nós, mães. ;o)

    :o***

  4. Olá Rosa,

    que bonito o que escreveu para Amélia!!! Escrevi para o meu pequeno Miguel:

    Filho

    Nove luas para te gerar,

    a vida inteira para te cuidar

    em todas as fases.

    Os bebês têem esse poder: a sensibilidade fica à flor da pele.

    Um abraço, Lisbeth

  5. Oi Rosa, como vai?

    Meu nome é Cláudia, sou brasileira e nem sei como cheguei no seu blog, mas não parei mais de visitar. Acho tudo tão poético, suave, bonito, carinhoso. Adoro o seu trabalho, ele é muito especial! O mundo está tão complicado (e mais ainda para quem vive em países como o meu) que é um conforto, uma alegria passear pelas suas páginas. Parabéns e um beijinho!

  6. Dava a minha vida, literalmente, por uma Améliazinha assim.

    Muitas felicidades.

    Ana Paula

  7. Acabo de ‘re’conhecer a Amélia, agora menos redonda e aquática, parabéns Rosa. Que bom Elvira, uma mana! IÙUUPIIII! A Violeta também ganhou um feijãozinho de Outono, um presente lá para o Verão… Espero ver-vos em breve de volta ao mercadinho. Rosa, socorro, voltei às agulhas, que presente de boas vindas para um filhote de Junho?

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>