fabrico próprio

bolas de berlim

Bolas de Berlim, fotografia de Pedro Ferreira

Foi através do Flickr que soube da existência do projecto Fabrico Próprio (o site oficial ainda não está pronto). Pareceu-me uma ideia literalmente deliciosa e aguardo com expectativa a sua concretização sob a forma de livro. Ontem recebi de um dos mentores, o Frederico Duarte (os outros dois estão também por detrás da instalação Grão no Museu do Azulejo), um apelo curioso, que transcrevo a seguir. Quem quiser ou puder dar-lhe resposta pode deixá-la aqui nos comentários ou encaminhá-la para frederico arroba 05031979 ponto net.

Bolos por aqui: Padaria Ribeiro, o Natário e croissants do Porto (prensados se faz favor).


Apesar do Verão atípico deste ano, e das brigadas da ASAE, há uma coisa que não muda em muitas praias portuguesas: a venda, e o consumo, de Bolas de Berlim.

Com e sem creme, são uma parte fundamental de muitas memórias de infância, e de muitos dias de praia ainda hoje bem passados por todo o país.

Como parte do nosso projecto Fabrico Próprio, que nos tem levado a investigar, a provar e a catalogar a pastelaria semi-industrial portuguesa, queremos homenagear algumas das pessoas que mais admiramos, dentro do universo pasteleiro nacional: as vendedoras e vendedores de Bolas de Berlim.

Para tal, queremos incluir no nosso livro uma série de retratos destes corajosos indivíduos, que desafiam o calor, o sol, a areia quente e outros obstáculos – como frisbees, crateras na areia escondidas por toalhas e bolas de raquetes – para nos trazerem um dos maiores prazeres estivais de Portugal. Muitas destas pessoas são ainda parte integrante da história de cada praia, personagens que completam a nossa experiência balnear.

Queremos encontrar pelo menos 10 pessoas, de Moledo a Montegordo, que mereçam este destaque.

Mas antes queremos saber em que praias se vendem, quem vende as melhores, e quem é mais digno de atenção em cada praia.

Para tal, precisamos da vossa ajuda. Nas vossas praias habituais ou visitas ocasionais, certamente se lembram destas pessoas.

Queremos o máximo de detalhes que nos possam dar: os nomes das praias, e se possível também o nome dos vendedores, de forma a completarmos o nosso mapa da costa portuguesa em Bolas de Berlim.

Gostaríamos de ter toda esta informação até dia 7 de Setembro por isso pedimo-vos que sejam rápidos!

No Flickr descobri dois: um de Alvor e outro de Oeiras. E também umas Bolas de Berlim particularmente divertidas.

20 comments » Write a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.