real men save the planet

baggu

Para não trazer para casa sacos de plástico, tenho sempre na mala sacos de pano. Normalmente este e este, às vezes outros. Nalgumas lojas ainda acham esquisito, noutras conhecem-me a mania. Como raramente vou ao supermercado e o F. não se revê propriamente nas chitas, comprei-lhe uns Baggu. Não tendo nada de particularmente novo (nem o material nem o feitio), são muito bonitos e bem acabados. O site, conciso e informativo, não lhes fica atrás.

E ainda hei-de experimentar fazer um assim.

PS, em resposta aos comentários: aqui há um texto interessante (Sacos de compras aos milhões – não se consegue fazer link directo) sobre as medidas tomadas em Portugal por alguns supermercados e aqui uma carta com algumas sugestões, a preencher e enviar ao supermercado em que habitualmente se faz compras. Para conhecer melhor a dimensão do problema que os sacos de plástico representam, vale a pena ler o artigo da Wikipedia.


baggu

40 comments » Write a comment

  1. “nós por cá” também não usamos sacos de plástico, e como é uma terra pequena,já toda a gente sabe que “aquela senhora(?) não precisa de saco”.

    Não conhecia os baggus, mas usamos uns do decathlon iguais na forma e material que se guardam dentro de uma bola do tamanho de uma bola de ténis.E estão aprovadíssimos ;)

  2. Olá Rosa, tenho vindo a acompanhar o teu blog há algum tempo e gosto muito….Agradeço-te pelas tuas partilhas tão construtivas e inspiradoras em assuntos tão diversos.

    Quanto aos sacos “nós” tb não usamos e nas lojas continuam a fazer uma “funny face” de cada vez q os recuso.A propósito estive à 15 dias em Inglaterra e vi uma campanha “gigante” por vários supermercados/lojas e também imensas pessoas orgulhosamente com os seus “grocery bags” dessas campanhas.Gostei dos Baggu, são uma óptima sugestão para dar amigos, Obrigado!

    O próximo passo e seguindo a “tendência” é arranjar alternativas às garrafas de água de plástico…E assim se vai contribuindo para o Planeta, i.e., para nós!

  3. Eu faço o mesmo há anos. Geralmente sou recebida com estranheza pelas pessoas nas lojas. Mas ultimamente começam a surgir muitos fãs desta acção de deixar de desperdiçar plástico… No mercado e na mercearia sou conhecida pela “menina que tem sempre saco”. ;)

  4. A Reisenthel tem uns muito parecidos. O ano passado ofereci vários como presentinho de Natal.

    E agora diz lá, como é que tu consegues esta luz nas fotografias?

  5. Óptima ideia falar disso : acho estranho que em Portugal ainda dêem sacos de plástico em todo o lado por dá cá aquela palha …afinal não custa nada ter um shopping bag sempre connosco.

  6. Olá Rosa

    Confesso que são os sacos de supermercado que utilizo para colocar aquele lixo que não vai nem para a reciclagem nem para a compostagem. Não conheço nenhuma alternativa que seja amiga do planeta. A Rosa tem alguma sugestão que possa partilhar? Obrigada

    Ah, e claro que também uso sacos de pano, e daqueles com rodas. Mas quando vou ao supermercado, lá trago uns de plástico…

  7. Eu uso um de chita dos teus, que anda sempre na mala. E é incrível como se reduziram os sacos de plástico cá em casa, que apenas serviam para o lixo. Além disso, ficam as compras muito mais bonitas.

  8. Também fiz um saco para compras mas, continuamos a usar sacos de plástico para o lixo. Se fizermos contas os sacos para o lixo saiem-nos caro quando os temos à borla no supermercado.

    Se repararmos bem nos supermercados hoje em dia trazemos milhentas embalagens, mão só de plástico como também da terrível esferovite.

    Tenho feito um esforço para ir ao talho, ao pomar, à mercearia, à padaria,… mas não é fácil quando posso ter tudo no supermercado a 2 minutos de casa e trabalho todos os dias ( 6 dias por semana ) das 10h às 20h.

  9. Eu comprei alguns sacos de tecido na Casa, a €1,50 e distribuí por mãe, “sogra”, etc.; à minha avó ofereci um saco de rodas e eu tb uso um para mim. Talvez daqui a uns tempos não nos olhem de lado quando dizemos que não precisamos de saco…

  10. Olá Rosa

    Este é um assunto que me faz pensar. Já comprei vários sacos para substituir os de plástico nas lojas e uso igualmente os trolley, mas surge-me um problema que é o lixo doméstico, acabo por ir comprar sacos de plástico do lixo, logo vai dar ao mesmo, não?

    Em relação às empresas que cobram pelos sacos… o interesse é pouco mais que financeiro, mas adiante…

    Relativamente, à mala-camisola que dizes propor-te ainda a fazer achei curioso, pois achava que era “inventado” por uma designer portuguesa, que infelizmente não me recordo do nome, mas que na altura em que ganhou um prémio vivia (salvo erro, que ainda ando a levantar falsos testemunhos sem querer) com um filho do politico Lucas Pires. Recordo-me de ter lido qq coisa sobre isso há já algum tempo. Vou investigar ;)

    Beijinho e parabéns pelo fantástico trabalho!

    Carla

  11. eu também tenho um que dobro em mil, e coloco-o numa bolsinha, não ocupa espaço e anda sempre comigo, para compras pequenas! Mas quando vou ao supermercado, não dá, e lá vêm uns quantos para casa, que depois também uso para o lixo!

  12. aqui em NY já há muita gente amiga do planeta e os supermercados também sao sensíveis ao problema do saco de plástico. eu ando sempre com o meu saco da reisenthel, que e’ uma óptima opção.

  13. Pelo menos, quando vou ao supermercado posso dizer que não preciso de mais sacos,e por isso, confesso, não é o que me incomoda mais, até porque são sempre reutilizados.

    Incomoda-me, sim, que tudo o que se compre venha embrulhado em toneladas de plástico e papel. Parece que cada artigozinho minúsculo tem que estar esterilmente embrulhado em toneladas de plástico, que parece “ecologicamente correcto” porque tem o símbolo da reciclagem no verso…

    E por isso gosto da iniciativa que a Body Shop sempre teve, de incentivar os clientes a fazer um “refill” das embalagens dos produtos comprados, de forma a reduzir o desperdício.

    Agora é só começa a fazer isso em relação a tudo, ou seja, andar atrás no tempo.

  14. Ai,adoro suas costuras ,bonecos,fotos e tudo mais que vc posta.

    Daqui do Brasil,em Salvador-Bahia, mando meus parabéns e muita ,muita sorte para voce e toda a sua família!

    Um abraço

    Monica

  15. Também uso sacos de pano e sou inseparável do meu carrinho Rolser, frequento praças e mercados e aí não dão muitos sacos, porque também não têm muitos para dar e os produtos não vêm em embalagens desnecessárias. Não percebo como há pessoas que depois de meterem as compras nos sacos de supermercados, ainda roubam mais alguns vazios no fim e escondem nos carrinhos para levar para casa, não sei para quê?!! Nem para o lixo servem, se repararem bem têm sempre uns buracos no fundo.

    Para quem quiser dar um fim mais útil aos sacos de plástico velhos ou novos, foi o que já fiz com os meus por algumas vezes, entrego-os à Sandra Guerreiro, que tem um projecto bem ecológico.

    http://www.sandraguerreiro.com/

  16. Oi, Rosa:

    Moro numa pequena cidade de Minas Gerais, no Brasil, e sempre ouço dizer que na Europa já existe essa consciência ecológica mais avançada. Eu separo meu lixo, enterro o orgânico pois moro num sítio, e levo o reciclado para pessoas que vivem dessa venda, mas ainda é muito pequeno o número de pessoas que agem assim. No supermercado os empacotadores já sabem que não quero sacolas plásticas,mas ainda tenho que ficar explicando o porque. Levo sempre sacolas plásticas na bolsa para não pegar novas, mas adorei a idéia de usá-las de tecido, e já vou fazer uma para mim.

    E fiquei curiosa sobre as bolas de Berlim – o que são, pois aqui no Brasil não conheço nada com esse nome. Um abraço

  17. Em Londres onde moro as autoridades estao a pergundar aos londrinos o k fazer com os sacos de plastico que os supermercados dao. As sete propostas sao interessantes. http://www.londoncouncils.gov.uk/doc.asp?doc=20764&cat=937

    Mas a proposito de salvar o planeta- Rosa, nao nos disseste se sempre usaste fraldas de pano na tua filha-bebe? O lixo das fraldas descartaveis ee tao grave quanto os sacos de plastico. Sao exactamente as fabricas como as ilustradas no teu saco de compras que fabricam milhoes de fraldas descartaveis com toda a poluicao envolvida…

    Os envelopes “100% reciclaveis” tambem nao ee desculpa – nada garante k sejam reciclados. Deviam de ser “100% material reciclado” (para ajudar o ciclo)

    Gosto muito muito do teu blog e trabalho…

  18. Oi Rosa, aqui no Brasil, a prefeitura de São Paulo juntamente com o SENAC criaram a exposição “Eu não sou de plásctico”. O evento reúne várias “shopping bags” criadas por estilistas. Tem algumas idéias bem interessantes, algumas funcionais, outras nem tanto. Mas o que vale é a iniciativa.

    Bjs

  19. Olá Rosa,

    Aqui na Argentina levar sacos de pano para as lojas é uma verdadeira novidade. Mesmo assim, é isso que vou fazendo, mas não consigo impedir que as frutas e legumes da mercearia venham todos dentro dos seus respectivos sacos.

    Infelizmente, os sacos de supermercado não têm a qualidade suficiente para servir como sacos do lixo porque se rompem em menos de nada.

    Em todo o caso, se te interessar, aqui vai um link sobre o assunto:

    http://www.idealbite.com/tiplibrary/archives/byo_bag/

    Beijinhos

    Ana

  20. Olá

    Uma boa resposta para os sacos de plástico pode estar nuns que são feitos à base de batata e que, se não estou em erro, estão a ser produzidos para a Expo 2008 em Zaragoza. São bons para o lixo doméstico porque são degradáveis. Na minha rápida pesquisa na net sobre o tema só encontrei um site brasileiro que falava sobre o tema, aqui:http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=27743.

    Boa reciclagem.

    Filipa

  21. Apesar de apoiar toda a iniciativa para evitar sacos de plastico … também acabo por me servir deles para o lixo doméstico (e para carregar o lixo para o ecoponto amarelo), porque não encontro outra alternativa mais ecologica … ao menos sempre lhes dou mais um uso … mas se alguém souber de uma forma de guardar o lixo domestico sem uso de saco de plastico, agradecia!

    (os de supermercado embora (alguns) tenham uns furinhos, se colocar um dentro de outro ou se colocar algo maior e seco no fundo, não passa lixo para o caixote)

  22. Rosa,

    Vi aqui uma vez que reutilizavas os sacos plasticos para fazer sacos em crochet. Gostava de experimentar, onde poderei ver como se faz?

    MJ

  23. olá

    Rosa, parabens pelo belo trabalho que divulgas neste site.

    Sou utilizadora de sacos de pano á anos, nunca gostei muito de sacos de plastico, pois quando ia a casa da minha mae e via que ao cavar no quintal, o saco de plastico do ano anterior estava intacto, foi a partir dai que fiquei chocada.

    Moro numa cidade (coimbra) em que a palavra reciclagem ainda é muito recente, quando vou fazer as minhas compras e recuso os sacos de plástico, sou olhada de lado, porque temos padarias que dão um de papel e mais um de plástico, que loucura.

    Fico feliz de encontrar por aqui muita gente sensivel a este tipo de causa.

  24. Ha uns dias fui a IKEA e qual nao foi a surpresa, quando vi cartazes com sacos de papel… Depois, ao pagar, soube que a IKEA desistiu totalmente de sacos de plastico, e propoe sacos de papel ou sacos grandes de frequente uso.

    Como seria bom se as outras lojas tb o fizessem…

  25. O que me pesa agora na consciência é o saco do lixo. Haverá alguma solução menos má do que o saco de plástico?

  26. Bom dia, Ervilha!

    Uma dúvida: se não trazemos sacos de plástico para casa temos de, obrigatoriamente, comprar outros propositadamente para o lixo e lá se vai o propósito ecológico por água abaixo, não é?

    Gostava que alguém me desse uma alternativa.

    Obrigada.

  27. Cara Rosa.

    Descobri este seu blog em uma pesquisa sobre o que fazer com os sacos plásticos, principalmente os utilizados no lixo aqui em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, Brasil. Gostei demais da sua proposta e a adotarei em breve. Sou um voluntário, artesão e jornalista, que realiza ações educativas em escolas. A questão dos sacos plásticos é muito problemática aqui no Brasil, bem como o lixo seletivo.

    Um abraço e parabéns.

  28. Mais uma excelente ideia, costumo usar os do IKEA, mas depois tb. tenho o mesmo problema com os sacos do lixo…

  29. depois deste post acabei por encomendar uns baggu para distribuir pela familia e agora sou surpreendida com a noticia que ficaram retidos na alfândega. a ti também te aconteceu isso?

    há imenso tempo que faço compras na net e tal nunca tinha acontecido. já ouvi histórias de material fotográfico apreendido mas uns saquinhos para as compras serem mais ecológicas?!? será que pensam que estou a fazer contrabando?!?!

    bem, fica o aviso.

  30. OLÁ

    SOU DO BRASIL E TENHO UMA LOJA DE PRODUTOS NATURAIS E ORGANICOS. ESTOU TENTANDO CONSCIENTIZAR AS PESSOAS A NÃO UTILIZAREM MAIS SACOS PLASTICOS. DISPONIBILIZO BOLSAS DE PANO.

    COMO VOCÊS FAZEM PARA JOGAR O LIXO? UTILIZAM QUAL EMBALAGEM EM SUBSTITUIÇÃO AOS SACOS PLÁSTICOS?

  31. Ola,

    adorei o espaço e as conversas.

    No outro dia comprei no LIDL sacos biodegradáveis feitos de amido de milho 8se não estou em erro). É o que agora utilizo para colocar o lixo orgânico e enterrar num descampado que existe em frete à minha casa (mesmo no Centro de Lisboa).

    É um eapaço onde algumas pessoas estão a trabalhar uma horta urbana.

    Os sacos desaparecem em 90 dias.

    Só já não me recordo do preço.

    Até já

    cátia maciel

Leave a Reply

Required fields are marked *.