louise-marie cumont

louise-marie cumont

louise marie cumont

O convite para a inauguração tinha-me despertado a curiosidade e o post da Ana confirmou que era uma exposição a não perder, mas a visita superou as expectativas. A artista Louise-Marie Cumont (n. 1957) cria livros, mantas e outros objectos recorrendo quase exclusivamente a uma técnica tradicional de patchwork que consiste em criar blocks (quadrados) figurativos através da justaposição de quadrados, triângulos e rectângulos de pano. O padrão deste tipo mais conhecido é provavelmente o schoolhouse mas há muitos outros, que aparecem geralmente nos sampler quilts americanos desde os finais do século XIX.

As limitações da técnica são habilmente exploradas pela artista, que constroi séries a partir de objectos facilmente redutíveis a formas simples: a cadeira, a cama, o carro, a casa. Na exposição podem ver-se alguns dos livros e mantas produzidos por Louise Marie-Cumont em séries limitadas (alguns deram origem a versões impressas em papel) e há uma manta-brinquedo-gigante para mexer que torna ainda mais óbvia a qualidade técnica das peças e o cuidado na escolha dos materiais.

Mais sobre o mesmo:

Imagens da exposição e do workshop que teve lugar em Setembro.

Para quem quiser treinar a técnica, um livro japonês com alguns padrões (imagens aqui e aqui).

Os livros de pano da Rita e casas de retalhos.

Ema: Lindas ilustrações em tecido e a minha única incursão no género até à data.


louise marie cumont

louise marie cumont

9 comments » Write a comment

  1. tb comecei agora a estudar melhor a técnica da aplicação. É fascinante os desenhos que se podem fazer sem tintas…

    Gostei muito da tua primeira incursão. :)

  2. Fantástica esta técnica, que eu não conhecia. Como a criatividade humana é infinita….

  3. Adorei!!! Depois de descobrir os livros da Rita (e adquirir, infelizmente só, um) brincar com os tecidos pareceu-me muito mais apelativo. Não sou muito fã de patchwork (adoro as almofadas, panos e mantas da minha avó, a maior!!), mas não vai além disso! Este trabalho interessou-me bastante para realizar projectos interessantes ocm as crianças! Obrigada por me mostrar tantos trabalhos interessantes e absolutamente lindos!

  4. É tal o hábito de passar por aqui e saber das novidades, que sou levada a peguntar se está bem? Estranha é esta proximidade que a internet nos leva a sentir por quem na realidade não nos é próximo mas, é assim :). E dois dias sem noticias já são motivo para pensar no assunto. É como ler o jornal, no fundo deve ser isso. Espero que esteja tudo bem.

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>