porta-bebés (3)

meninos no cesto

caption

Depois deste e deste posts sobre o babywearing europeu, um parêntesis para a modalidade dos bebés transportados em cestos (que daria só por si matéria para muitos outros), conhecida da América à Ásia e desde há muito, muito tempo. Entre os inúmeros exemplos possíveis de bebés transportados à cabeça (como na fotografia descoberta pela Mary) e às costas, destaque para os europeus: Os mais bonitos devem ser os cuévanos niñeros da Cantábria, no norte de Espanha (mais imagens aqui e aqui).


Femme de Burgos. Digital ID: 827727. New York Public LibraryChristian woman of Arctic Norw... Digital ID: 827471. New York Public Library

De Burgos, um bocadinho a Sul, vem este outro exemplo (séc. XVIII) e da Noruega este, idêntico, mas em que os sapatos – ou são skis? – ainda chamam mais a atenção que os bebés. Por cá, conto encontrar bebés em canastras (que dormiam nelas e em alcofas de muitos feitios já se sabe) e nas gigas de que falou a Isabel.

nos cestos

Gravura de Cristoph Weiairz datada de 1529 representando uma família de mouriscos granadinos (in História das das Mulheres, dir. Georges Duby, vol. III, p. 560.

Curiosamente, estes meninos em albardas (idênticas a estas, de Murcia) também vêm de Espanha. Não fosse a minha pesquisa ser tão limitada e diria serem os cestos particularmente populares do lado de lá da fronteira.

Já de fora da Europa, mas porque são diferentes e tão bonitas, encontrei um grupo de imagens relativas ao Egipto que vale a pena referir.

Souvenirs d’ Égypte par Alex. ... Digital ID: 85383. New York Public LibraryArabi beduini. Digital ID: 826915. New York Public Library

Numa o bebé vai equilibrado sobre a cabeça, tal como na foto de A. W. Cutler e nas outras são levados às costas numa espécie de alcofa.

Dos cestos de trazer às costas descendem os porta-bebés rígidos que muitas marcas produzem. Nos anos 60 e 70 este parece ter sido o modelo mais popular () e actualmente há-os de muitos géneros diferentes, incluindo alguns incrivelmente aparatosos.

12 comments » Write a comment

  1. É de louvar toda a pesquisa que fazes acerca deste assunto!

    Mas mais impressionante é o trabalho de divulgação, que fazes com tal simplicidade que até parece que é fácil!

    Bravo!

  2. Aqui na minha zona (Beira Litoral), o hábito era de levar os filhos para o campo ou para outro local de trabalho das mães em “gigas”. Cestos, portanto. E ali ficavam.

  3. As fotos dos anos 60 e 70 são lindíssimas, mas a do “incrivelmente aparatoso quase me fez cair de riso! Fantásticas descobertas Rosa! Queremos mais!

    :)*

  4. É de facto notável o teu trabalho de investigação e divulgação deste e de muitos outros temas. Merece bem um livro para a nossa biblioteca.

  5. Qué interesante! He visto ejemplos de los cuévanos en museos, pero nunca he pensado en las otras formas de llevar bebes.

Leave a Reply

Required fields are marked *.