tipo lisboa

typeset

typeset

Já estava de nariz lá dentro quando ouvi pode ver à vontade, menina. Não me lembrava de ver aquela porta aberta e o móvel de guardar os tipos, já esventrado, chamou-me do outro lado da rua. E o que é que vai acontecer a isto? É tudo para o lixo. Então posso levar? À vontade. Quer um saco? Não é preciso, eu tenho. Do resto da antiga tipografia já não sobrava quase nada, mas connosco vieram os ás, bês, cês e as gravuras que encontrámos. Passámos a tarde a dar-lhes banho e já reparei que a mais bonita tem gravado o nome da Franco-gravador. Como não penso comprar uma heidelberger tenho de lhes dar outro uso. Já tenho uma ideia, mas as sugestões são bem-vindas.

Mais ♥ tipografia por aqui: trodat, tipografia, grafifácil, paperwork, mosaico.


A V

typeset

23 comments » Write a comment

  1. a isto se chama estar no sítio certo há hora certa ***

    mas ainda bem que ficaram para quem lhes dá valor, e nós por termos a sorte de os ver recuperados*

  2. Uau, fantástico. Foi mesmo sorte. Quando for grande quero ter uma tipografia.

  3. Rosa,

    Que inveja! São todos lindíssimos. Um dia destes temos que comprar uma Heidelberger a meias!!!

    Gostava de poder usar algumas imagens no meu blog, para as entradas sobre tipografia.

    Diz-me se há algum problema.

    Um grande abraço e muitos parabéns. Visito-te todos os dias e é sempre inspirador.

    Maria David

  4. que jóia rara!

    existem uns tira-provas (não tão caros e nem tão grandes), mas a principio, penso que pode utilizar como carimbos mesmo… dá trabalho juntar as letrinhas. aqui no SESC, onde trabalho, existem uns projetos para juntar xilogravura com tipografia e montar uns cartazes. ficam lindíssimos!

  5. Eu tenho, não uma mas 3 Heidelbergers!:-)

    Ou melhor, eu tenho uma tipografia.

    Fotos no meu espaço!

  6. são acasos assim que nos mostram como tudo na vida faz sentido. Foram parar às mãos certas, estavam-te destinados. Aguardamos as tuas delícias da tipografia.

  7. Depois de todos estes posts com umas ideias juntas, que de certeza não faltam, tenho a certeza que alguma coisa interessante vai surgir. Descobri uns carimbos antigos da escola primária numa venda dao emaús e fiquei logo atraída por eles. Claro está que ainda estão arrumadinhos á espera que alguma ideia caia do céu. Parabéns pelas fotos.

Comentar