capulana

capulanas

Com o calor que esteve hoje não consegui fazer grande coisa senão passar o dia a ler sobre a história da capulana (alguns links aqui). Recuando no tempo até ao que encontrei on-line e cá por casa sobre o comércio dos têxteis na costa oriental africana desde o início da presença portuguesa na região, passando pelas origens do batik ainda mais a leste e entroncando nos antepassados comuns aos das chitas, que cada vez mais tenho a certeza que de Alcobaça têm mesmo só o nome. À medida que for organizando as ideias, espero escrever por aqui sobre o assunto. Para já, uma das minhas capulanas na praia com a Patrícia.


capulana como toalha de mesa

capulana como toalha de mesa by neftos, on Flickr.

5 comments » Write a comment

  1. Bem hajas por te debruçares um pouco sobre a história da capulana. Devo dizer que fiquei um pouco confusa porque o tecido africano tem diferentes nomes consoente as regiões africanas… embora não percebando nada sobre o assunto, sempre ouvi falar do WAX porque onde resido actualmente, muita gente viveu no antigo Congo Belga (A capulana é a palavra sobretudo usada em Moçambique). O WAX, de fabrico holandês (foram eles que descobriram e melhor ficçaram tecnicamente as côres)tem inspiração primitivamente vinda da Indonesia, devido à colonização holandesa.

  2. ola rosa, que e feito da capulana com as “sardinhas”, deste-lhe uso ?

    a historia das capulanas em africa e de facto fascinante, um fenomeno de globalisacao avant-la lettre !

  3. Adoro estes panos. Cá em Portugal, Lisboa, ou online, onde se podem comprar estas capulanas, alguém sabe?

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>