9 comments » Write a comment

  1. Desta vez os pratos! Lindas as suas imagens acompanhadas de uma legenda com grande sentido de oportunidade.

    Espreitei também as fotos de Alcochete e ao contrário do que se possa pensar, uma boa máquina ajuda muito mas não faz tudo.

    A arte está mesmo no olhar atento, sensível e no verdadeiro sentito estético de quem capta as imagens.

    Mais uma vez, parabéns!

  2. Ah, afinal há mais maluquinhas dos cacos como eu! :)

    Sou um bocado suspeita, pois moro em Alcochete e ao fim-de-semana adoro descer à praia e ir apanhando os cacos, já tenho uma belo monte lá em casa. Acho fantástico haver tantos e não tinha ideia que iam até ao Samouco.

  3. na ilha de moçambique havia uma mulher que apanhava os cacos à beira mar trazidos pela maré (alguns deles com alguns seculos), misturava-os com prata e transformava-os em jóias lindissimas. Depois apaixonou-se por um suiço e desapareceu por uns tempos, mas creio que ainda produz.

  4. Que lindo! Quiçá um dia cobres uma parede ou uma mesa com todos esses pedacinhos… São pequenos tesouros!

  5. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » lindo lixo:

Leave a Reply

Required fields are marked *.