fio de meia 4

fio de meia

Fio de algodão e cinco agulhas de barbela. Falta a tinta Raposa para estar completo o material para tricotar umas meias destas, à alentejana. As cinco agulhas com barbela ainda se usam pelo país fora para tricotar meias com uma técnica que tenho de aprender um dia destes. A propósito de meias, vale a pena explorar as duas versões da base de dados do IPM (a Matriz e a mais recente MatrizPix). Deixo para depois alguma informação que tenho recolhido sobre uma outra misteriosa técnica usada até ao século XIX para fazer meias e fico-me para já por duas imagens (obrigada Joana pelo link para a MatrizPix):


meiassecxviii.jpg

Meias séc. XVIII (2 pares). Malha cor-de-salmão e azul bordadas a seda polícroma. Museu Nacional do Traje.

luvas.jpg

Luvas (par). Séc. XIX-XX. De malha de duas agulhas, executadas com fio de lã de cor roxa, bordada com fios de lã amarelo e verde. Museu Nacional de Arqueologia.

Mais meias no Folhagem Vermelha.

Sputnik ym: duas fotografias que dão vontade de ir a correr fazer tricot.

No grupo do Flickr da Retrosaria há muita gente a fazer meia.

7 comments » Write a comment

  1. Tenho várias agulhas dessas que pertenciam à minha avó, estão completamente tortas. Não cheguei a aprender com ela a fazer meias…

  2. Tenho várias agulhas dessas que pertenciam à minha avó, estão completamente tortas. Não cheguei a aprender com ela a fazer meias… mas o que ela fazia muito eram as chamadas pantufas!

  3. Ola’ Rosa,

    Apesar de toda esta febre de meias, seja ela o Socktoberfest, as belissimas meias dos paises Balticos, as lãs “self-striping”, etc., não consigo deixar de pensar porque é que as meias rendadas das Minhotas (e de outros pontos de Portugal) não têm merecido qualquer destaque na Blogoesfera. Porque sera’ que o nosso artesanato e lavoures texteis permanecem sempre tão recolhido dos olhos do resto do mundo? Alias, interrogo-me se não tera’ havido alguém que se tenha lembrado de fazer uma recolha de padrões e publicar um livro sobre o tema! Estarei, portanto, muito atenta aos proximos posts sobre a meia Alentejana. Boa sorte!

  4. Estou a ver que conseguiste encontrar umas agulhas de meia das antigas! Eu confesso que ainda não comecei a usar as minhas na lã que comprei na Retrosaria…

    Boa sorte e por favor vai contando como corre essa aventura!

  5. ena, também já tinha ido pesquisar meias, crochet… no matrizpix.

    e fiquei curiosa acerca dessa técnica misteriosa.

Leave a Reply

Required fields are marked *.