walking foot

walking foot

Os meus quilts preferidos foram acolchoados à mão. Por um lado porque é incomparavelmente mais bonito e por outro porque a minha máquina, como outra máquina de costura banal qualquer, não permite fazer o quilting mesmo bem feito por não puxar à mesma velocidade os dois lados da sanduíche de batting. Já sabia que a solução seria ter uma máquina com um walking foot – um pé calcador com uma geringonça acoplada que o faz dar passos sobre o tecido em vez de o pisar continuamente. Conhecia os desta página mas nunca arrisquei comprar um porque estava convencida de que não serviriam. Felizmente a Marta resolveu vender o dela e eu fui a tempo de o comprar. Não só funciona como já não percebo como pude viver sem ele tanto tempo. Recomendo vivamente.

O tecido na fotografia é o Patchwork promenade, acabado de chegar à Retrosaria. Apetece-me forrar um sofá com ele.

9 comments » Write a comment

  1. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » en réculp:

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.