barreiro

bico do mexilhoeiro

bico do mexilhoeiro

O Bico do Mexilhoeiro faz parte do património natural do Barreiro. É uma praia fluvial cuja água assusta de tão poluída (terá sido muito diferente no passado), escondida por um renque de barracas de madeira (antigas casas? de pescadores?) cada uma mais extraordinária e fotogénica que a anterior (aqui). São feitas de bocados de outras coisas (uma das portas parecia ter sido de um elevador) e pintadas com as cores e o jeito que usa quem vive junto da água.


bico do mexilhoeiro

bico do mexilhoeiro

Mais imagens.

13 comments » Write a comment

  1. apreciei bastante o seu post, pois gosto muito do local, assim como de toda a zona ribeirinha e antiga do barreiro, que apesar de muito suja e um pouco abandonada, faz-me imaginá-la como seria no passado. para quem gosta de casas antigas, azulejos e pequenas relíquias recomendo vivamente!

  2. Eu sou natural do Barreiro e não me lembro da água do rio mais limpa, embora sempre tenha ouvido dizer que sim.

    Quanto às casa- São de facto muito bonitas e fotogénicas.(como sempre, as tuas fotos estão fantásticas) Não tenho a certeza, mas penso que não são nem foram casas de pescadores, são mais barraquinhas onde guardam o material de pesca e onde se reúnem para fazer petiscos e essas coisas…

  3. De há muitas décadas para cá que é um local poluído. Até já terá sido mais do que agora. Mas sim, é um local mágico. Costuma surpreender, quem é de Lisboa, ver a sua cidade a partir dum ponto de vista inusitado.

    Recomendo as fotos de Augusto Cabrita.

  4. Ah!vieste cá, também não me lembro da água mais limpa, antes pelo contrário, já esteve bem pior anteriormente. Limpa, só realmente no tempo da rainha D. Amélia antes de existirem as industrias que a tem poluído ao longo dos tempos.

    Fotos lindíssimas

  5. Obrigada.

    Moro no Barreiro há 33 anos e nunca vi a minha cidade da forma como foi mostrada nas tuas fotografias.

    Espectaculares!!!!

    As areias brancas, na Quimiparque, foi onde os U2 gravaram um videoclip!

  6. Tens de ir à Costa Nova, zona das praias ao pé de Aveiro, ver os palheiros (casas típicas às risquinhas), antigas casas de pescadores também. a foto da casa às riscas verdes fez-me lembrar.

    beijinhos

  7. olá, sou Barreirense á 31 anos e apesar da minha cidade estar “abandonada” adoro-a, a avenida da praia vale milhões, mas este abandono existe porque quem “manda” nela está cá á tanto tempo quanto o 25 de Abril.

    O bico do mexilhoeiro qualquer dia desaparece, se virem bem o mapa do google dá exactamente para ver até onde vai a água, água essa que ficava a um nivél bem mais baixo, antes dos existirem os catamarans que fazem a travessia do Tejo.

    Nunca foi tomada nenhuma previdencia, falar, falam muito, mas fazer….

    Tanto o bico do mexilhoeiro como os moinhos (que são a marca da cidade), estão abandonados e quem abandona os simbolos da cidade, abandona o seu povo.

    Belo blog, o bonecos são 5 estrelas, qualquer dia compro um.

    xauxau :D

  8. Ola Rosa!

    Estava a deriva pelos teus posts e encontrei este do Barreiro, sendo um Barreirense que esta no estrangeiro tenho que dizer que gostei mesmo muito deste post e das fotos que tiraste! Nunca tinha pensado dessa forma, da algo fotos bem interessantes! Muitos Parabens!

    E Parabens por toda a tua iniciativa! Tens muitos bons trabalhos! Ali os baby slings para aquando a cegonha chegar estao “saborosos”…

    Beijinhos

Leave a Reply

Required fields are marked *.