zoo

lemur

lemures

Passámos o dia no Jardim Zoológico. Já lá não ia há tantos anos que foi como conhecer um sítio novo. Do Jardim da Aldeia dos Macacos, do cemitério dos cães e do elefante que tocava o sino a troco de uma moeda pouco sobra e a imagem dos animais enjaulados e deprimidos que guardava da última visita felizmente não corresponde ao que se vê agora.

Convém dizer que a visita que fizemos foi especial: tivemos a sorte de ser convidados do Zoo e de podermos andar um bocadinho pelos bastidores: pegámos em araras, fizemos festinhas numa doninha ex-fedorenta e o ponto alto foi estar junto dos lemures de cauda anelada (a quem a A., a E. e o Minúsculo ajudaram a dar de comer) sendo que um deles tinha um bebé com apenas oito dias de vida. Não tirei nenhumas fotografias de jeito porque fiquei tão entusiasmada como elas. E depois da visita (muito bem) guiada ainda nos sobrou energia para mais umas horas de passeio.

Muito obrigada, Jardim Zoológico!


comida dos lemures

doninha fedorenta

dragão de komodo

zoo

13 comments » Write a comment

  1. oh…. tambem queria ir:)

    vamos todos os anos… apesar de estarem “dentro”, sim, não tem nada a ver com “antes”:)

  2. Têm um ar muito menos deprimido porque a grande maioria já não está em jaulas mas em espaços bem mais simpáticos com terra e vegetação onde antes só havia cimento.

  3. A última vez que lá fui foi há 2anos e estavam a construir a aldeia dos macacos. ainda cheguei a ver os chimpanzés naquelas jaulas horríveis.

    Por acaso hoje comentei que queria lá ir, para ver as mudanças.:)

  4. deste-me vontade de levar lá o Simão. há muitos anos que não vou ao Zoo e tenho na memória aquele cimento todo… ainda bem que mudaram de atitude!

  5. Tb se tem falado cá em casa em fazer uma visita ao zoo… Estas imagens alimentaram ainda mais o bichinho, salvo seja! :)

    Que beleza. :)

  6. Olá Rosa,

    Tive há pouco tempo uma experiência semelhante de visita ao Zoo (no Australia Zoo, perto de Brisbane) e fiquei tão agradavelmente surpreendida! Não sou assim muito “amiga” de bichos mas fiquei maravilhada! Qualquer dia lá terei de vencer as minhas reticências e visitar os de Lisboa (quando aí for) e de Buenos Aires.

    Beijinhos e obrigada pela “reportagem” da visita!

  7. Fico contente por a direcção do Zoológico estar a efectuar mudanças tão importantes. No entanto não é o suficiente para me convencerem a visitar animais em cativeiro. Não é o tipo de conceito que quero que a minha filha comece a processar já como algo normal e éticamente aceitável. Claro que falo assim porque se trata de uma criança que ainda não é capaz de argumentar- quando essa altura chegar, se manifestar o desejo de visitar o Zoo, não me irei opor)

Leave a Reply

Required fields are marked *.