9 comments » Write a comment

  1. Olá Rosa,

    Obrigada pela partilha do link para o trabalho da Vera Marques Alves. Acho que vou estudar um bocadinho também…

    Já agora, gostei muito do último galão, o meu preferido até agora.

  2. Obrigada, Rosa por disponibilizares o link para o texto porque também tinha curiosidade em o ler. Bom evento amanhã! Desculpa não poder estar.

  3. é sempre bom estar disponível para aprender/estudar,não faz mal a ninguém; aqui perto da minha casa está um prédio lindo, que foi vendido a um destes especuladores do imobiliário, mas aparentemente & felizmente, ainda não foi dada a autorização para o demolirem, existem pinturas no interior da casa que podem vir a fazer parte do património cultural português, segundo o que dizem os nossos vizinhos. Há pouco tempo alguém escreveu na parede do prédio uma frase linda : um povo sem património é um povo sem alma. é um pouco o que está acontecendo com o ” museu de arte popular português ” se não o defendermos.

  4. Rosa a frase que mencionei de forma aproximativa no comentário q antecedeu este é a seguinte :

    ” um povo com memória e com alma não destroi o seu património”,

    obrigada

  5. Encontrei um catálogo do Museu de Arte Popular de 1948. Conheces?

    É pobre em imagens,embora tenha ilustrações do TOM, mas tem uma descrição do conteúdo de cada sala organizado por zonas do país. Achei bastante interessante.

  6. uau… e o link dá para o pdf da tese e tudo… parece que também já tenho leitura para os próximos dias… além do monte de coisas para estudar claro, e o engraçado é que agora ando justamente às voltas com a noção de património

    bom colóquio amanhã

Comentar