7 comments » Write a comment

  1. Rosa… Foi por pouco. Cheguei a Lisboa sedenta por conhecer sua loja. Foi uma linda surpresa caminhar pela primeira vez pelas ruas do Chiado, flanar pela Rua Loreto, encontrar o número 61. Fiquei tão feliz quando achei. Passei pela costureira que fica no térreo e subi as antigas escadas de madeira com degraus amaciados pelo tempo. Mas, infelizmente a loja estava fechada. Não imaginas minha cara de tristeza…. Fiquei ali… a olhar o sling na vitrine e só!

    Retornei hoje ao Brasil. Nas malas: azeites, vinho do porto, doces, muitos metros de tecidos para roupas, botões, camisas para meu miúdo, chocolates, revistas de ponto cruz para minha mãe, mas nada para patchwork…. Nenhum centímetro de algodão, nenhuma linha de quilt, nenhum livro novo.

    Meu passeio sem a Retrosaria ficou pela metade… Terei que sucumbir a modernidade e comprar à distância.

    Abraços de um mar distante,

    Viviane Basile

  2. Que mesa linda, castiçais e cadeiras… a minha visão do natal é muito semelhante a estas imagens.
    E o natal no Porto ganha uma nova mística pela luz e pelo frio que nos faz acender lareiras.

  3. Achei graça às cebolas cozidas. Na minha familia, mais a Norte, Guimarães, também se servem na consoada, mas eu achava que era coisa rara. As cenouras não fazem parte da nossa travessa, costumes :)

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>