babywearing

Costumes des Indiens Guarayos. République de Bolivia

Carib Indians

Mais duas imagens da minha colecção digital de babywearing em gravuras antigas. A de cima é uma das mais bonitas que encontrei até hoje.

Costumes des Indiens Guarayos. République de Bolivia in Orbigny, Alcide Dessalines d’ (1802-1857), Voyage dans l’Amérique méridionale … . Paris, 1844.

Carib Indians in Wilhelm, Gottlieb Tobias (1755-1811), Unterhaltungen über den Menschen … Erster Theil. Wien, 1819.

(ambas as imagens são do JCB Archive of Early American Images.

tricotar a cores

tricotar a cores

tricotar a cores

Joana, Marta, Sandra, Maria Adelaide, Paula e Sara. O único requisito era saber fazer liga e todas se desenvencilharam mais do que bem a trabalhar com dois fios ao mesmo tempo e aprenderam a abrir os steeks com a tesoura. Para mim talvez tenha sido o workshop mais divertido de preparar, porque desenhei à mão os seis esquemas e distribuí de outras tantas maneiras diferentes as cores da que usámos. Acho que as fotografias ilustram bem a qualidade dos resultados. Read more →

play station

ela

play station

Há meses que tinha prometido à E. ensiná-la a coser à máquina. Usei quase o mesmo método dos workshops e deixei-a à vontade com meia dúzia de retalhos para praticar. Ontem de manhã disse que queria fazer um saco. Achei que seria complicado mas dei-lhe os materiais e deixei-a outra vez sozinha, só com algum receio de que furasse os dedos. O resultado surpreendeu-me.

Na véspera tinha feito uma saia de linho para a A. Usei o ponto de overlock da Juki para unir a parte da frente à de trás e um dos pontos decorativos para a barra. Read more →

tapeçarias de pastrana

tapeçarias de pastrana

tapeçarias de pastrana
A Tomada de Tânger. Tapeçaria atribuída à oficina de Passchier Grenier, Tournai (Bélgica). Último quartel do século XV (pormenores).

Fomos ao MNAA ver A Invenção da Glória. D. Afonso V e as Tapeçarias de Pastrana. É de certeza uma das exposições mais imperdíveis de 2010, tanto pela qualidade das peças como pelo interesse dos mistérios que as rodeiam. Fico-me por um dos pormenores que me prenderam: os bebés às costas das mães que abandonam Tânger aos conquistadores portugueses. Partindo do princípio que a tapeçaria é a materialização belga de uma cena passada no norte de África descrita (com que pormenor?) e encomendada por Portugueses, que tipo de babywearing tardo-medieval estaria ali representado afinal? Surpreendentemente, umas horas ao computador parecem dar a resposta: Read more →

Page 1 of 212