fazer é poder

ela

ela

Há um mês que Posso ir coser à máquina? é a primeira frase que diz quando entra na loja. As amigas que vêm passar o dia com ela não se escapam aos seus workshops e todos os dias pede mais uns restos de tecido para as suas experiências. Têm-me perguntado se não tenho medo que fure um dedo e respondo que a ensinei a desligar sempre o interruptor antes de enfiar a agulha e que da única vez que me magoei na máquina tinha mais vinte anos do que ela. Hoje disse que ia fazer uma boneca enquanto eu dava um salto à Baixa. Et voilà.

ela

25 comments » Write a comment

  1. PARABÉNS
    Está linda a tua boneca.
    Rosa parece-me que já tens aí uma sucessora.
    Parabéns também à mãe, mas o mérito é toda da filha.

  2. muito, muito bonita.
    Por aqui a M. já anda a rondar a máquina de costura há algum tempo. Também rouba retalhos, mas para fazer roupas para as bonecas. :)

  3. Q expressiva boneca de lindas cores.
    A E. me encanta com suas criações e seus incríveis vôos solos.
    Parabéns a mãe dedicada e incentivadora.
    Salve a E. e sua criatividade!
    Bjs as duas

  4. Sim, fazer é poder!
    É maravilhoso ter pais que nos permitem dar resposta ao nosso impulso criativo apesar do perigo que possa existir no uso de algumas ferramentas. Digo isto porque o meu pai me começou a deixar usar o ferro de soldar e os alicates de corte por volta dos 6 anos e o meu avô me emprestou a rebarbadora com um disco de corte de pedra aos 15… Nunca me magoei a sério. Aliás, com estas situações aprende-se que com um grande poder vem uma grande responsabilidade (homem aranha dixit).
    Há tempos vi na TED um vídeo muito interessante em que o conferencista defendia que as crianças deviam ter o direito a experimentar brincar com um canivete. Pela questão do poder, das possibilidades, do fazer e do muito que se aprende com tudo isto. (claro que isto depende muito da responsabilidade e da maturidade quer das crianças quer dos pais, mas o video levanta questões muito interessantes).
    Parabéns à Elvira, a boneca está linda!

  5. Mostrei à M o teu blog, de vez em quando ela vem espreitá-lo, ao teu e ao meu, ficou espantada por a E conseguir coser à máquina e pediu-me para experimentar. Como te disse no outro dia, tenho uma industrial, rápida demais, às vezes até para mim… Tenho medo que se magoe pois não pode controlar a velocidade. Diz que vai coser à mão, mas que quer fazer uma boneca! Vê tu o poder e influência que teve ver uma menina como ela trabalhar em costura, mais do que me ver diariamente fazer exactamente o mesmo!

  6. Pingback: Muñecas de trapo en domingo « Mami Delux

  7. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » …:

  8. Eh lá, fantástica (E. e boneca!).
    E parabéns à mãe e a todas as comentadoras que deixam os filhos arriscar, mesmo que seja “perigoso”…

  9. Parabéns Rosa! Uma casa cheia de criatividade. O meu de 4 também me perseguiu um fim-de-semana inteiro com o mesmo pedido: coseu um trapito e fico feliz ;).

  10. Na máquina de costura da Singer existe uma peça que se coloca no pé para evitar acidentes com as crianças.
    A boneca é tão expressiva. Há detalhes que surpeendem. Parabéns E.

Comentar