babywearing

dias da loja

A pretexto de uma linda dupla que passou hoje pela loja:

Licia Ronzulli, eurodeputada italiana, foi uma das imagens do dia de ontem por ter levado a sua filha de um mês para o parlamento como forma de chamar a atenção para as dificuldades enfrentadas pelas mulheres europeias que tentam conciliar maternidade e uma carreira profissional. Read more →

elas

meus amores

meninas

De volta às aulas, a E. chega a casa com a triste notícia de que os cromos já não estão na moda (e agora com quem é que ela vai trocar os repetidos?). Parece que o que está a dar nesta rentrée são umas borrachas peganhentas coleccionáveis cuja utilidade ainda não conseguimos apurar. Instalada uma nova moda, as brincadeiras das modas anteriores (no ano passado que me lembre foram os berlindes, a corda de saltar e os cromos) são proscritas e os seus adeptos, repreendidos. Não é fácil ser um fora-da-lei no recreio.

A fotografia de cima é da avó.

mais taleigos

maria joão

da maria joão

Pensava eu que tinha uma grande colecção de sacos de retalhos até a Maria João Petisca me vir visitar. Mostrou-me os dela, recuperados das arcas da família da zona da Chamusca, feitos pelas mulheres da geração da mãe e da avó da sua avó. Grandes, pequenos, de um tecido só ou de dezenas deles, rotos e por estrear, ainda com a goma original sobre os estampados, cada um mais lindo do que o anterior. Tantos que pôde dar-se (e muito bem) ao luxo de transformar um deles numa saia absolutamente invejável. Aqui ficam imagens de alguns, para público deleite. Obrigada Maria João! Read more →

insectos em ordem

insectos em ordem

insectos em ordem

À entrada da exposição cada visitante escolhe um dos muitos insectos disponíveis (são insectos verdadeiros – baratas incluídas -, conservados numas placas transparentes que se levam na mão). A seguir, a visita consiste em escolher um percurso consoante as características desse insecto. Cada opção feita aponta para um caminho marcado no chão e cada caminho conduz a um novo momento de análise e escolha, chegando-se finalmente ao apuramento da ordem a que ele pertence. Na primeira visita cada uma pediu para ir buscar mais um insecto, e depois outro, e só viemos embora porque tinha mesmo de ser. Já regressaram com os avós e querem voltar a ir. Recomendamos vivamente (entre outras coisas, aprendi que a estranha cigarrilha que vi na serra é um Neocallicrania miegii, parente dos gafanhotos). Read more →

sacos
Da zona de Tomar, feito pela avó da Renata em riscados de algodão.

sacos
Comprado pela Inês na feira da ladra (tem entre alguns retalhos os biquinhos que só costumam aparecer em redor das peças)

sacos
Feito em Trancoso pela avó da Patrícia.

São como a maçã que nas histórias os meninos levavam à professora, os sacos que tenho a sorte de ver quando há workshop. Fotografo-os, tento saber de que parte do país vieram, quem os fez, e perceber pelos tecidos de quando são.

Page 1 of 212