lá em cima

miguel

pedro

Três semanas depois da subida, fomos ver os pastores à hora do descanso depois de uma noite de temporal, em boa parte passada a reunir as ovelhas espantadas pelos trovões. O contraste entre a ideia de uma rotina facilitada pela existência de carros e telemóveis e a realidade do andar madrugada fora às escuras com a roupa gelada encostada à pele faz-nos perceber que a vida do pastor não é de facto assim muito diferente da que levou o seu avô.

a serra

4 comments » Write a comment

  1. Rosa fez-me bem de ver estas fotos hoje, este sorriso esta paisagem as cabras, enfim … os dias nem sempre são cor-de-rosa, mas com este sorriso de pastor podem vir a s^-lo :)

  2. Amanhã vou para lá! Há mais de 20 anos que vou para a Serra da Estrela, as temporadas que lá passamos (entre o fim de semana e as 2 semanas) são sempre especiais, é um dos poucos locais onde me sinto verdadeiramente em casa.

    P.S. Estes teus posts têm sido magníficos.

Comentar