as meias das pernas

fusos e meias das pernas

as meias das pernas

Alguns dias, muitas curvas e outras tantas histórias depois, chegámos a Montalegre, onde tinha estado há três anos. Uma das razões deste passeio foi conhecer pessoalmente a Daniela Araújo, antropóloga e autora de um dos meus blogs preferidos, Uma Ovelha no Quintal. Juntas visitámos um dos muitos protagonistas do seu levantamento de saberes e tradições da região do Barroso, o Sr. Manuel Chaves. Como sempre acontece nestas ocasiões, a conversa levou-nos a muito mais temas do que as agulhas de fazer meia, que eram o pretexto inicial. Graças a ele fiquei a conhecer as meias das pernas, que nunca vi em museu nenhum nem me lembro que estejam referidas nas recolhas que conheço. Trata-se de um agasalho em malha de lã que no tempo mais frio os homens ali usavam sobre as calças e por baixo da croça e da capa. Do seu remate sai uma trança que é presa ao cinto ou às presilhas das calças e abaixo do joelho é presa (uma em cada perna, claro) com um cordão também de lã. O Sr. Manuel não as vestiu, mas mostrou-nos como era, e exemplificou também a feitura do cordão. Entre muitas outras coisas vi os fusos que fez para a mulher, os de fiar (com o característico sulco helicoidal) e os de torcer, todos em madeira (como parece ser norma em Trás-os-Montes) mas sem o volante que caracteriza os da região de Miranda do Douro. E a seguir vimos os fantásticos e coloridos xales, que ficam para outro dia…

as meias das pernas

o cordão

4 comments » Write a comment

  1. Muito obrigada por estes posts sobre Trás-os-Montes, terra dos meus avós. Faz-me lembrar algumas das tradições, já por mim esquecidas, que vi quando era menina e ia a casa da Avó Suzete(Miranda do Douro) ou da Avó Maria (Vidago).

  2. ola muito bonito esta tradição de tecer a lã gostei de ver , por ca tambem tive so que se vão predendo no tempo é pena , parabens pelo blog e bom fim de semana para si,

  3. Pingback: agulha | A Ervilha Cor de Rosa

Comentar