diário de uma camisola

#knitting #handspun

#retrosaria

Com os muitos quilómetros feitos junto ao Douro na semana que passou a camisola foi crescendo. Os cálculos do Raglanify não foram exactos quanto ao momento em que devia deixar de fazer aumentos para as mangas (julgo que porque as malhas trabalhadas com este fio ficam invulgarmente largas proporcionalmente à altura), mas a vantagem deste método é que a camisola pode ser experimentada à medida que é feita. Entretanto tenho fiado e sonhado com um tear.

Este blog fez doze anos há poucos dias. Doze anos depois continua a ser-me precioso, imprescindível. Por muito que os novos social media dispersem as leituras, vivam no instantâneo e nas frases curtas, é aqui que continuo a sentir-me melhor. É quase como se se completasse um círculo e o blog voltasse a ser tranquilo e discreto como no início. E há muitas leituras lentas que continuo a fazer. Aqui ficam uma, duas, três (e desta terceira deverá haver em breve novidades na Retrosaria).

8 comments » Write a comment

  1. Congratulations Rosa on 12 years of blogging! I’m so glad I connected with you through your blog, and met you in person because of your blog!

  2. Hello Rose – I’ve been following your blog for a few years now and love what you do. Congratulations on still going strong after 12 years. That is an incredible effort! My family traveled along the Douro a few years ago and stayed in a lovely place called Mirao – it is an absolutely beautiful part of the world. We would love to get back there one day! Thank you for your lovely blog.

  3. moça pomar, moça rosa! eu leio sempre o seu blog, por inspirar e pelo seu comprometimento. parabéns desde o brasil. meu blog tem poucos meses, deixo aqui o link para visitá-lo se animar… te desejo continuação!

  4. Eu li este blog por um longo tempo e agora faz parte da minha vida. Todos os días eu olho em volta um pouco aquí e eu recebo inspiração e descobrir a beleza do simples e autêntico. Graças a este blog que eu conheci a cultura popular de Portugal e toda a sua riqueza … ovelhas, chamarritas, mosaicos tornar o mundo um lugar mais interessante. Obrigado por compartilhar e cuidar desse espaço de liberdade e amor pela arte popular.
    Parabèns!

  5. Tranquilo, discreto e sempre interessante. Aqui, tenho aprendido sobre vários temas da cultura portuguesa que estavam a ficar muito esquecidos, e que de outro modo, nunca ouviria falar.

  6. Conheci o blog através de um artigo num jornal, ainda antes da A nascer.
    Desde esse dia venho cá todos os dias.

Leave a Reply

Required fields are marked *.