meias de grades de bucos

meias de grades

meias de grades

O resultado da minha estadia em Bucos em Novembro do ano passado está finalmente disponível e quanto a mim valeu a pena a espera: uma brochura editada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto com as instruções para fazer um par de meias dos corações, em lã de Bucos ou noutra qualquer de que se goste. No Ravelry o modelo está aqui.
(entretanto a secção sobre, ⬆ ali em cima ⬆, também foi actualizada)

para fazer meia #2

fazer meia

meia

Também o primeiro saco para fazer meia teve direito a número 2. De facto é a coisa mais confortável e parecida com levar um cestinho no braço com o novelo. Estou a estreá-lo com um novo par de meias, feito num fio que quis testar para a Retrosaria. O desenho está a ser copiado do de um par de meias antigas que a Carla (uma assídua dos nossos workshops) me emprestou. Foram uma prenda de casamento que o seu pai recebeu e foram feitas na Serra de Montemuro. Quando as terminar publico por aqui as instruções.

wiksten tank #2

wiksten tank

wiksten tank

O corte deste top está perto da perfeição. Assenta como uma luva, não é curto nem comprido demais e aguenta diferentes tipos de tecidos. O sucesso do primeiro, que fiz há duas semanas e tenho usado regularmente, ditou que se lhe seguisse um segundo, noutro dos tecidos vintage que raramente tenho coragem de cortar.