arbusto

Saiu em Setembro, no número 6 da revista finlandesa Laine. Foi a segunda vez que desenhei uma camisola (a primeira foi esta) e a primeira que tive de planear em todos os tamanhos. Nasceu de um convite das editoras e foi a oportunidade perfeita para trabalhar o fio que lançáramos pouco tempo antes, a Brusca, feita de lã de três raças portuguesas: merino branco, merino preto e saloia (uma das minhas preferidas). Não acertei à primeira nos pormenores do desenho, que começou por ser mais complicado, mas sabia que queria incluir estes borbotos. Lembravam-me pequenos frutos silvestres mas também me faziam pensar na misteriosa Diana de Éfeso. Ao longo destes meses tem sido delicioso vê-la interpretada de tantas maneiras. Esgotada a revista, publiquei as instruções no Ravelry (a versão em Português e à portuguesa vem já a seguir).

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.