d. rosário

pegas

pegas

A D. Rosário vem às vezes visitar-me à Retrosaria. Como boa alentejana que é, poucas técnicas que envolvam fios e agulha lhe escapam. Um destes dias veio com estas pegas e tentou ensinar-me o ponto das sogras e noras (em baixo à esquerda). Cozinha que se preze tem de ter uma colecção delas.

(as da Rita também são lindas)

Ana

Na página da Retrosaria no Facebook tenho deixado links e imagens onde escrevo, só mais ou menos na brincadeira, clientes da Retrosaria do it better. Alguns exemplos recentes, para além do colete em Noro Silk Garden com que a Ana apareceu hoje:

Perneiras da Diane em Crazy Zauberball.
Mangas da Rita em Silk Garden Sock.
Gorro da Naturkinder em Beiroa.
Sabonetes para perfumar gavetas da Vanda com lã penteada.
Casaco da Batixa feito por este livro em Ecotton.

E a lista continua…

joão mouro

joão mouro

joão mouro

Tinha reparado nas peças que expôs na FIA deste ano, mas foi há muito pouco tempo que conheci finalmente mais de perto o seu trabalho, meu vizinho aqui no bairro. João Mouro é artista plástico, de carreira e formação, mas as suas esculturas-móveis aliam à criação conceptual a dimensão táctil e técnica do trabalho de oficina. Os armários-moradia (não sei se lhes posso chamar casas de bonecas) entraram para a minha lista de compras de sonho.

João Mouro trabalha e expõe na Galeria 59 (Rua do Diário de Notícias, 59, em Lisboa), aberta ao público da parte da tarde.

Mais (e melhores) imagens aqui.

(i)material

alcochete
Janela decorada com cobertor e estandarte em forma de barrete para as Festas do Barrete Verde, Alcochete, Agosto de 2011.

Notas soltas à volta do mesmo tema:

O IMC acaba de lançar um Kit de Recolha do Património Imaterial, editado em papel mas disponível também em pdf para download gratuito. Foi concebido para ser usado por professores e alunos do 2º e 3º ciclos e parece muito bem estruturado e intencionado (O Kit foi concebido sobretudo para aplicação a nível local, promovendo a interação dos jovens com os elementos da comunidade (aldeia, freguesia, bairro, etc.), assim como o conhecimento aprofundado e a valorização do seu Património Imaterial.). Nos anos 70, mas num contexto político bem diferente, foi também graças a alunos e professores de muitas escolas que se fez uma das mais interessantes colecções de livros sobre produções artesanais portugueses (a colecção Artes e Tradições da editora Terra Livre). A acompanhar…

Arquivos digitais: a minha amiga Catarina Miranda tem vindo a dar a conhecer no seu blog uma série de arquivos fotográficos portugueses cujas colecções começam a estar acessíveis através da internet. Vai sendo mais fácil conhecermo-nos.

Saber e contar: é muitas vezes nos blogs mais discretos, feitos apenas com o intuito de partilhar, que se encontra informação mais interessante sobre tradições locais. É o caso, entre tantos outros, da secção de etnografia do blog Alcoutim Livre (obrigada António pelo link).

obrador xisqueta

obrador xisqueta

obrador xisqueta

Vanessa Freixa é uma mulher inspiradora. É ela a cara à frente da Obrador Xisqueta, um projecto local de desenvolvimento que parte da valorização da de uma raça de ovelhas autóctone dos Pirenéus, a ovelha xisqueta. O projecto já mexe 15 toneladas de lã por ano, uma escola de pastores (!), criadores de novas peças (quero esta para os anos) e artesãos a formar gente nova em coisas tão apetecíveis como estes matalassos (haverá colchoeiros assim em Portugal? Quero conhecê-los). A Retrosaria é a primeira loja fora de Espanha a apostar nos fios de lã Xisqueta, e usá-la é a melhor maneira de apoiar e incentivar este belíssimo projecto. Read more →

de lã e de cá

Carapuço

O gorro (ravelry) ficou pronto num instante e é a A. que o tem usado. A lã Beiroa chegou há uns dias ao Ancient Industries, um dos meus blogs preferidos, que esta semana está a fazer um périplo electrónico por Portugal. Começou pelos azulejos e mosaicos, passou pelos pastéis de nata e hoje fez escala nestas botas e numas outras que vi na exposição da República na Cordoaria (eram mesmo uns dos poucos objectos numa das exposições mais bi-dimensionais de sempre). A viagem continua nos próximos dias.

Ainda de lã e de cá: a lindíssima sequência de fotografias da Diane a lavar as lãs Mé-mé no tanque.

Page 2 of 512345