pastora

a capuchinha

a capuchinha

Já é tarde, temos de ir para Lisboa. Está quase a anoitecer.
Ah! Viste aquela senhora? Estava a fazer meia? Páras o carro? Vou a correr, não demoro.

D. Cassilda, de capucha encaixada no ombro como a Daniela também já viu usar lá em cima, ia a fazer renda enquanto o pequeno rebanho pastava. Também faz meias, que a lã das suas ovelhas é boa, mas não calhou neste dia. Talvez da próxima…

carreço

o leilão

carreço

Choveu no dia em que os ranchos dançaram em Carreço mas fez bom tempo na noite do leilão organizado anualmente para custear as festas. Depois de um ano a passear pelo interior e a conviver com serranos achei diferente este Minho junto do mar, apesar de ser o da minha infância. Aqui as línguas são mais afiadas e as invejas desfiam-se em público enquanto se experimenta na loja o traje para as festas. O esmero surpreendente que as nortenhas sempre puseram no vestir explica tanto o brio das mordomas como o look Rosinha, agora predominante. Só aqui se passa de um para outro e do shopping para o rancho com esta saudável naturalidade. Read more →

coast to coast

e

duas igrejas

Duas semanas. As férias mais longas e melhores que fiz em dez anos. Uma travessia do Norte de Portugal, do mar de Carreço aos caminhos de Miranda do Douro, das terras dos espigueiros às dos castanheiros, dos fusos de carvalho aos de freixo, da lã de ovelha à lana das canhonas. Muito para mostrar e contar nos próximos dias. E, pela primeira vez, a certeza de que a vida do campo me servia.

Page 2 of 912345...Last »