♥ krtek

krtek

O tempo que a E. passa em frente ao pequeno ecrã continua a ter regras bastante definidas. Televisão propriamente dita vê algumas vezes por semana entre as sete e meia e as oito da noite, porque me reconciliei com o segundo canal (tive resposta do Provedor) e acho óptimo o programa Ilha das Cores. Dvds vê às vezes, em alternativa ou quando lhe apetece (algumas vezes por semana). Se a quantidade de tempo que passa a ver desenhos animados não me é de todo indiferente, acho ainda mais importante a qualidade do que vê. Dentro das escolhas que lhe damos, o top do tempo de antena é liderado por uma ópera que ainda estimula horas de brincadeira e uma das personagens mais simpáticas da história da animação, que é a que dá o título a este post. A Toupeirinha foi-nos dada a conhecer pela Eva. É pacífica, ecologista, fá-la rir às gargalhadas e não impede nenhum mau de conquistar o mundo nem tem como objectivo de vida ser uma dona de casa perfeita (como a indescritível Cinderela II que, peer pressured, caímos na asneira de alugar um destes dias). Ao contrário de qualquer animação da Disney que eu conheça, os filmes da Toupeirinha são apropriados para uma criança de quatro anos. Claro que, ao contrário dos da Disney, deste lado da Europa não se vendem nas lojas. Até há pouco tempo só os encontrava em sites checos (para mim impossíveis de entender) mas, numa pesquisa recente, soube que há pelo menos um site checo bilingue (basta carregar na bandeira do Reino Unido) que faz envios para o estrangeiro (os nossos chegaram em duas semanas) e percebi que se vendem na amazon.de (com capas mais feias). As edições checas têm inclusivamente menus em Português e Inglês e também há uma edição japonesa, que tinha de ser a mais especial. Como a Toupeirinha e os amigos quase não usam palavras para comunicar não faz grande diferença comprar numa língua ou noutra: nós temos inclusivamente um em Polaco, gentilmente enviado (com mais algum delicioso merchandise) pela Júlia.