nem tudo é todos os dias cor de rosa

A constante necessidade de mais espaço para arrumar mais coisas (espanto-me sempre com o lastro acumulado com os anos) levou-me às gavetas de apontamentos e fotocópias do mestrado. Andava a adiar este confronto com a realidade de uma tese que ficou literalmente na gaveta e com todas aquelas mulheres que fui perturbar no seu sono de seis ou sete séculos para depois abandonar assim, a poucos passos de tornar útil a mais alguém o meu trabalho.

2 comments » Write a comment