natal

natal
… muito mais fácil pensar que o nosso natal vai estar sempre lá, que é uma coisa tão garantida e inevitável como o nascer do sol e que se pode dizer mal dele, que não se gosta, que é uma chatice e um sacrifício.
Eu adoro o nosso Natal, por difícil que seja gerir e digerir tudo o que se sente e se discute e se ama e se compara e se inveja e se admira. E sei que quando aquele Natal acabar construiremos outro.

1 comment » Write a comment