escolarização

no castelo

Passou um mês desde o primeiro dia mas à escala dela deve parecer muito mais tempo. Mesmo na nossa, de pais recentes, estas poucas semanas parecem ter mais novidades do que dias. As mudanças mais profundas (no olhar, no tom de voz) não se pode ter a certeza de serem provocadas pela escola ou pela simples passagem de um mês inteirinho, mas todos os dias traz novidades para casa, sejam o diminutivês que agora lhe dá para falar (chuchinha, roupinha, …), os disparates que aprendeu a fazer à mesa, as inúmeras novas cantigas (que acarretam quase sempre a desilusão de não as sabermos cantar também – essa eterna sina dos pais) ou a capacidade de verbalizar de forma muito mais inteligível o que lhe apetece (proporcionadora de tiradas como mamã, aquele senhor tem um bebé na barriga).

10 comments » Write a comment