puf puf puf…

postal da E.

…os primeiros postais já estão no correio e hoje faço horas extraordinárias para tentar disponibilizar mais informação sobre as encomendas. A E., que já gosta de etiquetas e carimbos tanto como a mãe, escreveu comigo este enquanto o jantar estava ao lume.

Mas a notícia do dia é a criação pela Ana do Grupo de tricotadeiras(os) do Norte. Já era tempo de alguém tomar a iniciativa! Por o número de inscritos continua a aumentar (e já não são só raparigas).

Amanhã é dia de mostrar a secretária. A minha está um caos.

postais de natal

postais de natal

Estão prontos! Fui com a E. buscá-los esta manhã. As cores ficaram óptimas e a espessura do papel também. A parte de trás é muito simples, de maneira que também podem ser usados como cartões e enviados dentro de um envelope (mas eu gosto mais deles escritos, selados e carimbados).

Deixei alguns na Maria Caracoleta (R. Garrett, 10 – Chiado, Lisboa) e já estou a aceitar encomendas.

Read more →

envelopes

envelopes

Eram envelopes. Vão ser embrulhos.

artesanato, s. m. manufactura de objectos com matéria-prima existente na região, ou próximo, produzidos por um ou mais artífices com o auxílio dos seus familiares, numa pequena oficina ou na própria habitação, com o fim de os trocar ou vender.

Dicionário da Língua Portuguesa, 6.ª edição, Porto Editora.

salão lisboa

desenhar

Fomos finalmente ver a Ilustração Portuguesa 2004. A E. adorou o andar de cima, com a sala forrada a quadro da escola e as mesas com lápis e canetas para desenhar (grande ideia). Tive pena que a exposição de gravuras do José Guadalupe Posada fosse de provas actuais (ainda que não dissesse em lado nenhum) e não de impressões da época.

A maior surpresa foi este livro de pano da portuguesa Rosa Baptista.

Quando fomos à exposição do ano passado a E. ainda andava no baby bjõrn.

dos dias da água

dos dias da água

Fomos ver a Casa dos dias da água (R. D. Estefânia, 175, em Lisboa) e saber mais pormenores sobre a Baby Feira Mix: para já, sei que vai acontecer nos dias 26, 27 e 28 de Novembro e estar aberta das 10 às 21h. Para além da feira, onde estaremos eu, a Hilda, o Walter e várias outras pessoas e lojas de coisas para bebés e crianças, vai haver uma série de actividades para os pequeninos (ateliers de música, yoga, jardinagem…) e ainda, se houver gente interessada, um Knitting Meetup extra. Estou ansiosa!

mariana

mariana

A E. começa a brincar às casinhas. O que pratica durante mais tempo é o deitar e acordar dos bonecos (que acordam sempre mal terminou a complicada tarefa de os tapar sem lhes cobrir a cabeça). Resolvi pedir-lhe ajuda para testar os meus novos cobertores/mudadores na boneca Mariana (é incrível como ainda há tão pouco tempo eram quase do mesmo tamanho).

Links:

Ciao! Cimba: mais um saco que tenho de tentar fazer qualquer dia.

Magda Wojtyra: não encontro nenhuma boa tradução para soft sculpture mas se percebesse mais de costura gostava de fazer objectos como este.

A month of softies: Mais um projecto, desta vez organizado pela trend setter Claire Robertson.

Anti-telemarketing counterscript: Para ter ao pé do telefone (via Meia de Leite).

mais

cobertores

Mais dois cobertores ou mudadores para a feira e mais uma ideia, no dia em que a E. começa a cozinhar comida de faz de conta para dar às bonecas:

La Frimousse, la poupée qui sauve un enfant é um projecto da UNICEF em França. Consiste em pedir às pessoas que produzam uma boneca em pano (pode ser muito simples) e a doem para que seja adoptada por uma nova família. Cada boneca será posta à venda por €20 e os fundos recolhidos serão usados nas campanhas de vacinação promovidos pela UNICEf em 158 países.

Read more →

companhia dos tapetes

arraiolos

Um dia destes a Maria José Diniz vai ter um site para que seja mais fácil ver o que sai do seu lindíssimo atelier: tapetes de Arraiolos desenhados por ela, tanto com motivos reproduzidos ou adaptados dos tapetes mais antigos como com padrões actuais. Não têm nada a ver com a maior parte dos que se vêem por aí (que pena não poder trazer comigo este que ela tem na mão).

A Companhia dos Tapetes está aberta ao público na Av. Álvares Cabral, 38 – 1250-018 Lisboa e mora lá um gatinho preto que a E. adora.