xana

xana

Nas inaugurações vê-se sempre muito mais as pessoas do que as peças expostas. Ontem, a inauguração da exposição do Xana não foi excepção, mas a E. não se atrapalhou nada (nem esbarrou com nenhum dos alguidares cheios de água que compõem uma das instalações) e percorreu vezes sem conta os corredores de pinturas digitais em total delírio. É uma poética de felicidade como objectivo da arte (como diz o texto de apresentação) e também é um excelente programa para meninos pequenos.

8 comments » Write a comment

  1. As luzes tem efeitos fortes sobre nós, então luzes com uma imensa paleta devem criar maior impacto; quanto mais para uma criança pequenina que tudo está a decobrir e a conhecer, ainda mais quando é estimulada para a arte.

  2. que bonita a fotografia, gosto muito.

    e estou a adorar o novo penteado da e.!

  3. As crianças têm uma forma muito especial de lidar com a arte, muito mais descomplexada e sensorial que alguns de nós adultos!

    Para além disso, a E. é uma menina privilegiada, porque vive rodeada de arte/artistas, excelentes.

    Que sorte!

  4. Já percebi que devia ter ido em vez de ter ficado em casa no tricot e na perguicite… teria sido uma oportunidade de as ver as duas ao vivo e A CORES :)) (não desfazendo a exposição é claro)

    a.m.

  5. Tenho uma foto do género com a Camila mas no Museu de arte moderna em sintra com a exposição do Michael Craig-Martin. Vou ver a do Xana e fotografar desta vez com mais uma menina.:))

  6. adorei a tua foto Rosa! e já imprimi para ter sempre ao pé de mim…obrigada pela vossa visita, foi o melhor da inauguração: ter as pessoas de quem mais gosto perto de mim! :)

Leave a Reply

Required fields are marked *.