thank you mr. lucas

may the force be with you

Vi pela primeira vez a Guerra das Estrelas em VHS, muito pouco tempo antes da estreia d’O regresso do Jedi. Quando o filme chegou ao fim rebobinei e voltei a ver de seguida do princípio ao fim (acho que mais tarde fiz o mesmo com o Pierrot le Fou mas não tenho a certeza).

Hoje fomos ao cinema pela segunda vez na mesma semana. Recorde absoluto na nossa vida pós-ma/paternidade. E não fiquei nem um bocadinho desiludida.

mais tintas e outras coisas

dyrup + sudoku

A meio caminho entre a Robbialac e a Cin, os catálogos da Dyrup têm sobretudo menos informação sobre as características das tintas propriamente ditas. Um dos pormenores de que gostei nos da Cin, por exemplo, foi o facto de estar assinalado e explicado o valor de COV (substâncias voláteis que contribuem para a poluição atmosférica) de cada tipo de tinta. O da Dyrup tem ainda, no meio dos textos “decorativos” sobre os ambientes que as tintas criam, várias vezes a palavra palete (que não consta do prontuário) para significar paleta (de cores).

Se não fosse o Público ia continuar alheada do fenómeno Sudoku. É um jogo simples mas mesmo do género que eu gosto para acompanhar o leite com café.

Look-Thing: outro fotoblog para juntar à minha colecção (via Ladybug).

Anneke Harmsen: artista holandesa. Não consigo ler o site (hey Karin, olá Sónia) mas pelo menos posso olhar para as fotos. Encontrei-a no Flickr.

Ah, e apesar de ainda termos antes a Feira dos Sonhos (28 e 30 de Maio no Jardim do Príncipe Real), já está pronta a lista de participantes da segunda Feira Laica. A primeira foi assim.

[tag: ]

avental

avental

Na senda dos posts sobre aventais (o meme crafty desta semana), aqui fica um da E., de origem desconhecida (provavelmente comprado pela minha mãe numa feira), e que é semelhante aos que muitas peixeiras de Lisboa ainda usam (a mim deixam-me ainda mais curiosa uns de cetim, cheios de rendas tipo lingerie, que também se vêem a algumas vendedoras de rua). Quando era pequenina adorava andar de avental em casa, estilo Gata Borralheira, e já pensei várias vezes em fazer um ou outro para oferecer no Natal (é capaz de ser desta).

[tags: ; ]

Read more →

troca tintas

tintas cin

Apesar de ter preenchido o formulário de pedido de catálogos no site da empresa, o F. teve de ir buscá-los à loja porque até hoje não chegaram. Em termos gráficos, pelo menos para o público-alvo cá de casa, ganham aos pontos à concorrência e as cores propriamente ditas parecem bastante mais interessantes (ou será só da produção?). Não fosse o paleio imbecil que trazem (estilo a utopia concretiza-se na fusão entre o universo urbano e o mundo do primitivismo, etc.), de quem anda a vender um conceito (eu só quero comprar tintas de boa qualidade e de cujas cores não me farte ao fim de uns meses) e convenciam-me à primeira. Claro que ainda vamos a tempo de mudar de opinião quando virmos os preços…

lopes

folhos

Na sexta-feira a Ana levou-me à Loja do Lopes. Já tinha ouvido falar desta loja muitas vezes mas, ao contrário dela, nunca lá tinha ido e provavelmente ainda passaria muitas vezes por ela sem a ver. É uma loja sem porta para a rua, o que faz com que só quem saiba e queira muito lá chegue a entrar. Por entre outras coisas, muitas delas muito bonitas, encontrei os bonecos bordados da outra Ana.

Links:

Usar filme para fazer uma capa para um caderno.

Flor de Maio da Brandy.

Irresistível piroseira: motivos antigos para bordar, disponíveis gratuitamente no site Needlecrafter (ver em Library/Designs). Via Crafster.org blog.