gato por lebre

rosapomar original

A professora de dança da E. para mim, esta manhã:

…então és tu que fazes aquelas bonecas. Já comprei um monte delas para oferecer.

Eu:

Onde?

Em Campo de Ourique.

Mas eu não tenho bonecos à venda em Campo de Ourique. Só através do meu site e nas lojas referidas nesta página. Em mais nenhuma loja para além dessas.

Ah, mas eu pensei que estava a comprar os teus bonecos! Então e como é que eu posso reconhecê-los para saber que são mesmo teus? É que na internet não me entendo muito bem…

Os meus bonecos têm:

Uma etiqueta branca com um R vermelho que sai (quase sempre) da perna esquerda.

Uma etiqueta em pano presa a este R, feita com tecidos iguais aos usados no próprio boneco. Esta etiqueta tem o número de série do boneco (também sob a forma de etiquetas brancas com números vermelhos) e uma outra etiqueta com o meu nome Rosa Pomar e a morada do meu site www.rosapomar.com.

Uma folha A4 com um texto impresso sobre o meu trabalho, em Português e Inglês, e a minha assinatura (manual) junto ao número e composição do boneco em particular (também escritos à mão por mim).

Há várias outras características que começaram com os meus bonecos (tanto quanto eu consegui investigar) mas que entretanto foram apropriadas por tanta gente que parecem ter caído no domínio público, como o uso dos galões bordados à cintura, o feitio dos olhos e mesmo as escolhas de tecidos. Com a forma de os numerar e as etiquetas aconteceu o mesmo. Ao nome e à assinatura creio que não. Espero que não.

33 comments » Write a comment

  1. ainda veremos contentores a serem apreendidos em diversos portos por todo o mundo com imitações de bonecos da Rosa… As noticias mostrarão homens e mulheres algemados de cabeça baixa a serem levados pela polícia. Serão feitos filmes, documentários que mostrarão caves esconsas, sweat shops onde os pobres dos bonecos serão produzidos clandestinamente…Estou a brincar, Rosa, mas os bonecos são lindos e eu propria que sou tão contra estas coisas, tenho até hoje o meu pobre Gato Gaetano, minha honrada criação, invisual, porque não consigo pensar nuns olhos mais giros do que as florzinhas que inventáste. Dizem que o plágio é a maior forma de lisonja… eu acho que é apenas falta de carácter… Terás que patentear ou algo no género, os teus bonecos, caso contrário legalmente não terás protecção. E nós as Rosettes (Yack!) poderemos dar uma ajuda, indicando os locais por onde passamos e encontramos imitações. Porque estas coisas não se podem fazer. Porque para quem cria, sente-a quase como uma violação física…

  2. Acho isso muito, muito grave! Não será melhor levares as investigações um bocadinho mais a fundo e ires ver que bonecas são essas? Porque se têm o teu nome, são caso para a polícia.

  3. É realmente lamentável. Deve haver uma forma de salvaguardares os teus direitos em situações como essas, ou não?

    (Que tipo de dança pratica a E? É através da escolinha?)

  4. Cara Rosa,

    Por um lado acho lamentável que isso esteja a acontecer pois há sempre lugar para inovar.. No entanto duvido que alguém confunda mesmo as tuas bonecas de autor com as de outra pessoa. Acho muito inteligente a forma como as diferencias e de eventuais cópias ou plágios. Se têm mesmo o teu nome concordo ser um caso de polícia, se não e se forem feitas à maneira de, sinto que só tenho de te dar os parabéns porque o teu sucesso já é digno de ser plagiado. Já és um clássico! Parabéns e não deixes que isso te incomode e continua o bom trabalho.

  5. :(

    o que se pode fazer?

    registar o teu nome/bonecas, adianta? não qq “protecção” possível?

  6. Olá Rosa!!!Eu comprei-te uma boneca, aliás, talvez a única que tinha um filhote chinês, remember?E depois perguntei-te uma vez em desespero como faziaz para vender on-line pois tive ideia de fazer algo assim para “sobreviver” após o meu despedimento.Mas não consegui.Todavia arranjei uma loja que me vendeu quadros até fechar (mês passado)sem me cobrar comissão, (em virtude da minha situação, ainda há gente boa!)o que foi óptimo.De momento continuo sem trabalho fixo mas vou fazendo alguma coisa.Vinha apresentar-te o meu blog de colagens, achei que talvez gostasses de conhecer.Li o que escreveste. É péssimo que as pessoas se apropriem assim das tuas ideias, mas acho que não podemos escapar a isso a partir do momento em que as materializamos.A protecção dosdireitos de autor ainda é uma coisa algo remota e fazê-la valer é uma carga de trabalhos.Todavia temos o direito e o dever de denunciarmos essas situações, é uma vergonha.Mesmo assim penso que os teus bonecos têm um jeito inconfundível e já vendeste muitos pelo que a “tua marca” se tornou distinta e conhecida.A tua boneca está presa no espelho do quarto da minha irmã e tem sido notada!Bom,é só.Se me puderes dar algum feedback sobre as colagens,eu ia adorar pois respeito muito a tua opinião.Tudo de bom!

  7. Caramba, que falta de caracter, imaginação…

    Sinceramente, acho lamentável e caso estejam a utilizar o teu nome, é mesmo caso de policia.

    Tal como já foi referido, devias patentear as tuas bonecas, imagina que um imitador se lembra de o fazer e quem fica mal és tu!

    A divulgação dos trabalho pela internet, e não só, tem destas coisas.:/

  8. É lamentável a falta de escrúpulos que estas situações denunciam mas realmente dificilmente poderia haver sinal mais claro da popularidade das tuas criações!

  9. Rosa, esto es terrible!!! Hay algo que puedas hacer para proteger tus derechos creativos en tus muñecas? Espero que si y creo que valdria la pena porque DEFINITIVAMENTE no es justo que alguien este aprovechandose de tu trabajo y tu creatividad!!! GRRRRRRRR!!!!

  10. Ai, Rosa! Este é o pesadelo de todos que criam e vendem suas criações. Acho que o fato de copiarem os teus bonecos é algo inevitável e o consolo para isto é que a cópia nunca será igual ao original. Mas se fazem uso do teu nome para vender estas cópias, isto sim merece uma boa briga!

  11. Já não é a primeira vez que discutimos esta questão dos direitos de autor, e parece que nem vai ser a última, infelizmente!

    Aqui em SP já aconteceu o caso de uma designer que começou ilustrando suas sacolas de algodão cru com desenhos que ela fazia de próprio punho, chegou a montar uma fabriqueta e estava indo muitíssimo bem. Aí, começaram a copiá-la de tal forma que parou de receber pedidos e teve que entregar maquinário e imóvel, e despedir suas costureiras… Realmente é caso de polícia! Se as pessoas soubessem que seriam punidas, não tentariam ganhar dinheiro às custas das criações dos outros! Espero sinceramente que consiga de alguma forma denunciar esta pessoa.

  12. No meu post infelizmente não ficou explicito mas, para já, não sei se alguém tentou de facto vender gato por lebre ou se foi apenas a compradora a trazer uma coisa julgando que estava a comprar outra (espero que tenha sido isso – do mal o menos!). A minha intenção com este post era apenas tentar impedir que situações como esta se repitam (até porque esta não foi a primeira de que soube).

    Não quero acreditar que alguém use o meu nome para vender seja o que for mas, em todo o caso, vou averiguar melhor.

    Muito, muito obrigada por todos os comentários e emails de apoio :)

  13. Olá Rosa. Como já te tinha dito anteriormente, os teus trabalhos são mesmo únicos e foram eles que me levaram a iniciar as minhas criações, com o intuito de venda. E quando penso que alguém pode vir e copiar a ideia fico até sem vontade de os vender – o que também ainda não aconteceu – tenho outra prioridade neste momento. Espero que realmente não seja a venda de gato por lebre. Um grande beijinho :)

  14. Olá Rosa

    É realmente uma situação muito complicada, eu também iria espreitar para ver se é cópia ou se terá sido uma confusão… Nas lojas onde tenho visto o teu trabalho normalmente só vejo o boneco, eles evitam mostrar o teu site mas mesmo assim está lá o teu R.

    E nesta altura do campeonato eu acho que não iria confundir o teu trabalho com trabalhos similares, há algo de único, só teu.

    Beijinhos

  15. Em tempos, por causa de uma ideia que tive e que não chegou ainda a projecto, tentei informar-me sobre patentes. Já foi há uns poucos anos. Não sei se estás informada de onde o podes fazer mas creio, sinceramente, que os teus bonecos têm caracteristicas suficientes para serem bem descritos em registo. Já para não falar na projeccção que adquiriram. Perto do Campo das Cebolas existe um edificio onde se propõem as candidaturas de patentes…já não me recordo o nome, caso não saibas tentarei averiguar melhor…que tem a ver com a indústria e comércio, creio! Aí dão-te informações. Existe registos nacionais e europeus e mais não me recordo. Suponho que deverias tentar. Não nos protege totalmente de plágios mas danos autoria.

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.