25 comments » Write a comment

  1. Olá Rosa! Não sei se te ajudo, mas embora eu desconheça onde se recicla tecidos, tenho uma ideia: porque não utilizas os restos para encher alguns bonecos, bolas ou outras coisas que necessitem de enchimento. Tem várias vantagens a 1ª e melhor de todas, é que podes lavar na máquina sem problemas porque os restos não se deformam nem têm vontade própria para fugir para este ou aquele cantinho… e outra vantagem é que ficam mais pesados os oblectos cheios com desperdício de tecido, o que tb pode dar jeito!

    Saudades. “Leio-te” sempre!e as tuas meninas estão muito bem!A.

  2. Bem… sabendo que do plástico reciclado se fazem fibras sintéticas, seria muito bom se os restinhos de pano se pudessem colocar também no ecoponto amarelo. Mas não deve ser assim tão simples…

    E usá-los como recheio de bonecos ou de outra coisa recheável? :)*

  3. Olá Rosa.

    Também tenho pensado nisso. Tento reaproveitar ao máximo os restinhos dos meus tecidos, desde os maiorzinhos até aos bocadinhos mais pequenos. Sei que chega a uma altura em que se torna difícil aplicá-los em peças, como tal utilizo-os como enchimento.

    Estive a ver uns sites onde abordam a questão e não me parece que se faça reciclagem a nível industrial, pelo menos da forma como se faz com os materiais já sobejamente conhecidos que têm como destino uma das três cores dos caixotes.

    Fiquei mais descansada quando li que um tecido de algodão leva apenas alguns meses a decompor-se, o que quer dizer que mesmo que já não lhe consigamos dar grande uso, pelo menos não vai fazer muito mal à natureza… mas isso não é resposta, eu sei.

    Algumas informações aqui:

    http://www.apagina.pt/arquivo/Artigo.asp?ID=3630

    Espero que ajude…

    Já agora, gostava de saber se mais alguém pode ajudar. Uma vez que lidamos com pedaços de tecido todos os dias, seria bom contribuirmos também de forma positiva para o processo de reciclagem com esta matéria-prima.

  4. Olá, Rosa!

    Havia um atelier de reciclagem de papel, através de processos artesanais ( não sei o nome, talvez moinho verde?!?… moinho da… ( em loures ou na amadora)) que agradeceria esse lixo pois integraria-o nos seus papéis.

    Papel com algodão é óptimo para pintar a aguarela e não só…

    Consultei uma engenheira do ambiente, a minha mana, especializada no assunto e ela diz que:

    “ou ha uma fabrica interessada em ter restos de tecidos pois nao ha recolha de tecidos;

    ou postos nos lixos urbanos….. estes vao para a inceneradora……

    podes lhe dizer (disse ela) que a qdt de tecidos no lixo urbano é muito pequena para haver um sistema organizado de recolha e reciclagem.

    Assim, neste momento os tecidos devem ser postos no lixo indiferenciado (solução mais directa) para irem para a inceneradora aumentando o potencial termico do mesmo……

    mas deve haver fabricas interessadas em usar esse desperdicio…. agora é perceber quem…..”

    Esperamos, as duas que esta informação te tenha ajudado, enquanto esperas pelas outras.

    beijinhos para ti, linda.

  5. Pois…

    eu também uso os meus restinhos “demasiado-pequenos-para serem-reutilizados” para encher almofadas e pufs. Também junto a este “lixo” restos de linha de coser e resto de linhas de canelas da máquina. Tenho conseguido dar-lhes destino assim, mas será sempre bom saber de uma reciclagem induatrial de tecidos.

    Afinal o baetão é isso mesmo, não?

    :)

  6. Eu uso os restinhos todos para encher almofadas.. Na verdade acho que já é algo que vem de familia, por isso nem nunca tinha pensado na questão. Tenho um saco de lona que vou enchendo com todos os desperdicios, linhas, fins de fitas, .. e quando preciso uso! Mas boa sorte na busca!

  7. Sempre ouvi dizer que tecido e papel para reciclar é a mesma coisa. Aliás antigamente era comum ver-se camionetas cheias de trapos a andar dum lado para o outro. Hoje em dia, não faço ideia…

  8. Antigamente fazia-se papel… de certeza que deve dar para fazer muitas coisas interessantes… se encontrar algo mais exacto, aviso-te!

  9. Há em Portugal umas empresas que fazem uma coisa chamada “desperdicio” e que se usa por exemplo nas oficinas autos para limpeza de peças dos carros, das mãos etc. Os srs. camionistas também costumam ter nas suas camionetas.

  10. Para além do uso que já referiram em cima, para enchimento (que é o que eu faço), na fábrica onde trabalho usamos como “desperdício” para limpar as mãos de óleos e limpar outras coisas.

    Também lhes juntamos linhas e afins, e chama-se mesmo.. desperdício :)

    Outra das ideias é para caminhas de hamster e outros roedores, mas acredito que já não seja tão viável…

  11. olá Rosa,

    No CAM estamos a precisar mesmo de pedacinhos de tecidos-despedício ( para a festa do mundo nos jardins da Gulbenkian ). Para já, era óptimo se pudessemos contar com os teus ( um lindo destino, asseguro-te, fazendo-te jus na continuação da sua vida ). Parece-te bem? Mandas-me um mail se sim para combinarmos?

    abraço grande

  12. Olá Rosa!

    Há uns anos quando vivia em Lisboa, cheguei a fazer voluntariado na casa dos Emaús, em Odivelas: Uma casa que acolhe homens desalojados, cujo o rendimento é reciclar velharias. Uma das coisas que faziam era vender as roupas velhos (sem recuperação possível) para reciclagem em Itália. Era uma importante fonte financeira.

    Se lhes telefonares eles vão a casa buscar (pelo menos iam).

    Se os Emaús ainda funcionarem, como penso que sim, será um excelente destino para os teus restinhos.

    Felicidades para o teu trabalho.

  13. I am not sure I understand your post but you want to recycle your fabric scraps? I can’t bear to throw away all my scraps so I feel your pain! I have a trash bag and a recycle fabric bag next to my work table. When the fabric bag is full, I give it to some kind of kids art program. I’ve donated to our local public school, to a nursery school and to our local arts center. I’m not sure how it gets used but it relieves my mind to know that I’ve passed it along! thinking… If the fabric is really nice and the pieces not too tiny, I bet some collage artist would love them.

  14. Olá Rosa,

    eu conheço uma cooperativa de mulheres artesães (nos açores) que faz patwork (mas daquele que é mesmo de restos, os quais juntam sem grande combinaçao de cores e padroes)e mantas de retalhos e bonecas con restos de retalhos.

    ate pode ser que elas paguem o portes para lhes enviares os restos. O que sei é que normalmente elas reciclam roupa velha, e saõ pessoas a doarem +ara lá a roupa.

    Se te interessar posso averiguar o contacto delas e perguntar-lhe se a elas lhes interessa o material.

    Desde logo o resto de material (as sobras) é sempre uma dor de cabeça, em especial quando se tem a consciencia ecologica aguçada!!!

    bj

    a,

  15. ah! e depois recordei-me de que há um material que se vende em lojas de ferragens que serve para os mecanicos limparem as maos e que se chama “desperdicio”;

    este material é fabricado de restos de recidos,

    acho que há industrias especializadas na sua produçao,

    seria uma questao de averiguar quem.

    mas o provavel é que até se possa vender grandes quantidades de restos de tecido a estas fabricas.

  16. esqueci,

    mas não podia deixar de comentar,

    o desenho da Rosa (agarrada aos trapinhos que lhe caem dos braços) tá lindo, Lol!

    amei.

    bjjjjjs

  17. Olá Rosa!!

    Gosto imenso do teu trabalho!

    E concordo com a maioria das tuas ideias e discordo de algumas… ;o)

    Mas Parabéns pela forte personalidade, criatividade, filhas educadas como crianças normais, etc…

    Esta página tem umas sugestões lindas como aproveitar bocadinhos de tecido:

    http://www.taunton.com/Threads/pages/t00192.asp

    Bjinho * e obrigada por partilhares de uma maneira tão bonita a tua vida!

  18. olá, sou estudante e pedagogia e trabalho com um grupo de educação ambiental. Uma das problematicas de hoje é qual o detino adequado para o lixo e em relação aos retalhos que sobram uma alternativa é a confecção de tapetes com esses restos de pano. Eu conheço uma pessoa que sobrevive desses retalhos, elaborando tapetes belíssimos que serve para enfeitar a sala, o quarto, movéis, etc. É só usar a criatividade.

  19. olá, tenho 15 e gostaria de saber onde eu encontro restos de tecidos, pois gostaria muito de recebe – los, porque eu queria começar a fazer minhas próprias roupas, e depois veder e montar uma loja.

    moro em minas gerais são lourenço

    se responder meu recado ficaria muito mais fácil de nos falarmos.

    obrigado e beijos.

    e pra falr a verdade nunca ouvir falar do seu trabalho, mais agora que eu vi o seu trabalho me interessei bastante.

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.