trabalhos

#706 #705

pernas para que te quero

Num piscar de olhos, a A. desaparece em direcção ao objecto mais interessante das redondezas. Se for uma missanga, caneta ou playmobil da irmã ou qualquer outra coisa pequenina e ameaçadora, já olha para mim à espera do inevitável isso não pode ser (e tenta na mesma deitar a mão). Passo parte do dia a tentar chegar primeiro que ela ou a ser desmancha-prazeres e outra parte a livrar o chão e prateleiras baixas de tentações mas é um esforço bastante inglório. Há sempre um brinquedo da E., um bocadinho de linha, uma gaveta cheia de fitas. Por isso, esta semana, só dois bonecos.

10 comments » Write a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.