verde

hyde park

hyde park

Já de volta ao trabalho, e com um monte de novidades da Retrosaria para mostrar, mas ainda com a cabeça lá fora.

Da sua visita a uma cidade com tantos habitantes como Portugal, a E. elegeu como momento alto (além da secção egípcia do Museu Britânico) o contacto que teve com os esquilos e as raposas. Não que as pessoas não a tenham tratado bem (fomos mimados pelos amigos que nos acolheram – obrigada Joana e Luís), mas há de facto qualquer coisa de especial em encontrar nos relvados perfeitamente verdes e aparados bichos que para nós são das florestas e das histórias. Fica-se a gostar ainda mais desse verde e desses bichos, e da Beatrix Potter e da Paula Rego, claro.

walthamstow

8 comments » Write a comment

  1. é bonito o respeito q existe pelo “lado selvagem da natureza” nos países anglosaxons. os meus filhos tb ficam sempre encantados qd 1 raposa atravessa as ruas de dublim, algo de mágico acontece naquele momento,quase q paramos de respirar para q esta fique ali mais tempo; assim como qd os esquilos invadem os nossos sacos de merenda e divertidos lá vão com o lanche das crianças, ficando nós a rir e a dizer q na próxima vez traremos muitas mais coisas deliciosas para eles. é mágico simplesmente. cá em casa compreendemos a E.

  2. Olá
    Eu estive em Londres para ai em 98 e também me apaixonei pelo Hyde park, é maravilhoso.
    Obrigada por me matares um pouquinho as saudades que tenho de Londres.
    Beijos da Lili

  3. De facto deve ser fascinante ver raposas num parque citadino, nos nossos parques, quanto muito, vemos cisnes e patos!
    Mas não posso descorar os nossos parques naturais!! No maravilhoso parque da Peneda-Gerês também podemos ver a vida selvagem bem perto de nós. Também em Caminha, mais propriamente na Serra D`Arga, os garranos (espécie local de cavalos) passeiam-se bem perto de nós, esquilos de uma raça bem “crescidota” que eu não conhecia e até ouvimos os barulhos de javalis fugidios. Aconselho a todos um passeio (caminhada) por esta serra!! Lagoas maravilhosas, cumes de 800m de altura com vista para o mar! E um fascinante mosteiro com celas disponíveis para acantonamento. Nada mais depurativo do que uma semana a dormir no chão e a tomar banho de água gelada. Sem electricidade, e tudo a ela associada, sem civilização…

  4. I have loved seeing all your photos of London over the last week. I was a student there for 3 years and miss London life so much. Thank you!

  5. Que grande privilégio poder viajar e observar a tão bela natureza a ponto de ficarmos extasiados. Será que algum dia este será um privilégio de todos e todos os lugares ao redor do planeta serão tão belos? Poucos tem esta esperança, visto que a realidade de muitos é a guerra, crime, fome, doença…, porém, contemplando o futuro, a Bíblia fala de “novos céus e uma nova terra” que aguardamos segundo a promessa de Deus.

Comentar