quase

rever rever rever

E agora está mesmo quase. As últimas revisões foram feitas e a capa foi fechada. Os sites das grandes livrarias começaram a anunciar o livro e na Retrosaria também já se aceitam encomendas (e que bom foi vê-las chegar, como um voto amável de confiança de quem acredita que vai gostar de o ler). Amanhã parto para o norte e, se o céu não nos cair entretanto em cima da cabeça, depois de uma ida à RTPI na manhã de terça-feira assisto à impressão das páginas na tarde do mesmo dia. Se for mesmo assim regresso a Lisboa feliz.

processo

rosa

revisão de provas

Há três anos criei a rotina de dedicar um dia por semana a um projecto que ainda não tinha forma mas que chamava por mim desde nem sei bem quando. Renovei os cartões das bibliotecas, fui de livro em livro, de nota de rodapé em nota de rodapé a coligir notas e referências. Enquanto isso começava a percorrer o mapa à procura, a fazer viagens, a aprender junto de pessoas que sabiam o que não estava escrito. E fazia malha, e mais malha, de lápis e papel por perto.

E agora estou em revisão de provas.

destino

biblioteca

estudar é bom

Há dois dias descobri que a chuva recente entrou por onde não devia cá em casa e ensopou irreversivelmente os caixotes em que hibernava a minha tese inacabada. Não que estivesse a pensar voltar a pegar-lhe em breve, mas foi uma violência mandar assim para a reciclagem anos de fotocópias e apontamentos. Porque nada acontece por acaso, de manhã tinha estreado uma nova rotina de idas semanais à biblioteca para estudar (a minha única resolução de ano novo). Que saudades do coleccionar cotas e tomar notas, do prazer de ver os livros chegar à mesa, do silêncio da leitura.

Page 1 of 3123